Ceará assina contrato de financiamento do Prodetur Nacional

Recursos da ordem de US$ 250 milhões serão investidos em obras de infraestrutura turística no estado

  
  

O governo do estado do Ceará assinará, nesta quinta-feira (25/11), às 16h, no Palácio Iracema, em Fortaleza (CE), o primeiro contrato de financiamento internacional no âmbito do Programa de Desenvolvimento Nacional do Turismo (Prodetur Nacional). O financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) será de US$ 150 milhões, somados à contrapartida de US$ 100 milhões, assumida pelo Ministério do Turismo (MTur). Os recursos serão investidos em duplicação, adequação, recuperação e implantação de rodovias, aterros sanitários, aeroportos, entre outros projetos turísticos.

O projeto do Ceará contempla três pólos turísticos: Litoral Leste, Maciço de Baturité e Serra da Ibiapaba. Entre as ações previstas estão a ampliação e construção de terminal de passageiros no aeroporto de Aracati e obras em trechos rodoviários de acesso a praias e outros destinos importantes do Ceará. O MTur já liberou recursos de contrapartida para duplicação e melhoramento da rodovia CE-040 e para execução de obras de implantação do Aeroporto de Jijoca de Jericoacoara.

“A assinatura do primeiro contrato do Prodetur significa a concretização de fato do programa, um exemplo para os outros estados e municípios. Agora o estado do Ceará passará a receber, em curto espaço de tempo, um maior volume de recursos referentes ao financiamento e, não só, os recursos da contrapartida do ministério”, ressalta o diretor do Prodetur Nacional, Edimar Silva.

Prodetur Nacional

Atualmente, o Prodetur Nacional conta com a adesão de 17 estados e 15 municípios. Até agora, 18 projetos de estados e municípios foram aprovados no âmbito do programa e aguardam liberação do financiamento internacional pelo Senado Federal. Esses projetos somam US$ 1,6 bilhão – sendo US$ 931 milhões em financiamento e US$ 672 milhões em contrapartida. Outras 14 propostas aguardam aprovação do Ministério do Planejamento.

Em 2 de dezembro, será a vez de Pernambuco assinar o contrato de financiamento internacional junto ao BID. A proposta representa recursos na ordem de US$ 75 milhões em financiamento e outros US$ 50 milhões de contrapartida para o turismo pernambucano.

O Prodetur Nacional tem o objetivo de assegurar o desenvolvimento turístico sustentável e integrado, proporcionar melhorias às condições de vida da população local, aumentar as receitas do setor e melhorar a capacidade de gestão da atividade em áreas de expansão e de potencial turístico.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em

Fernanda Alves

Fernanda Alves

21/02/2011 10:45:56
Vai ser muito bom, principalmente para os maradores e para os turista que visitam o Ceará. Pretendo voltar mais vezes a esse lugar maravilhoso!