Cidade do Natal, em Campo Grande (MS), está aberta para visitação

A Cidade do Natal chega este ano a sua quarta edição, trazendo, a cada evento, inovação, encantamento e uma mensagem de Natal sobre o tempo de renovação e união dos povos e das famílias

  
  
Cidade do Natal

A Cidade do Natal de Campo Grande (MS) chega este ano a sua quarta edição, trazendo, a cada evento, inovação, encantamento e uma mensagem de Natal sobre o tempo de renovação e união dos povos e das famílias. Nesta quarta-feira, a propósito, as atividades lúdicas na Cidade do Natal finalmente se iniciam e seguem até o próximo ano, sempre das 10h às 22h30min.

Como nos anos anteriores, a montagem foi feita nos altos da avenida Afonso Pena. Nesta edição, devido ao tamanho, a árvore de Natal com 50 metros de altura por 20 metros de diâmetro, consumindo aproximadamente cinco milhões de mini lâmpadas, foi transferida para um terreno em frente à Cidade do Natal. O espaço conta, ainda, com mini-fuscas, trenzinho, pista de patinação, dentre outras atrações oferecidas gratuitamente aos visitantes.

De acordo com a primeira-dama, Antonieta Trad, idealizadora da Cidade do Natal, a mudança foi pensada para que os visitantes possam se locomover melhor e apreciar a decoração e atrações oferecidas na casa. “Em 2010, fizemos uma estimativa de 600 mil visitas durante o evento e acreditamos que este ano o número aumente ainda mais”, promete Antonieta, após anunciar que haverá surpresas este ano no local.

Sustentabilidade – Antonieta lembrou que um dos objetivos principais do projeto que completa o quarto ano não é somente realizar um belo trabalho, mas trabalhar a questão da sustentabilidade e respeito ao meio ambiente, educação ambiental, geração de renda e trabalho em equipe. “O pilar de metal da árvore está sendo reutilizado desde 2009, os materiais do castelo, o material do presépio foi todo reutilizado do antigo coreto e vários outros objetos utilizados na cidade estão sendo aproveitados do ano passado. Isso mescla responsabilidade social e preservação do meio ambiente”, detalhou a primeira-dama da Capital.

Educação – Para dar segurança aos visitantes, a Agetran instalou na avenida Afonso Pena, em frente à Cidade do Natal, uma sinalização especial de trânsito, que também será utilizada para o desenvolvimento de ações educativas de trânsito. “Quando a cidade estiver em pleno funcionamento, teremos monitores que irão orientar os visitantes sobre as ações educativas e como devem se locomover dentro da Cidade do Natal, a fim de evitar acidentes”, informou a primeira dama.

Na avaliação de Antonieta Trad, uma vitória da coordenação foi ter conquistado o respeito de toda a população. “Ficamos muito felizes por não identificar atos de vandalismo. Os estragos identificados são provocados por desgaste natural ou em decorrência de chuvas. Isso é um ótimo sinal, de que a comunidade percebe que todo este cenário é feito para o seu desfrute e de sua família”.

A primeira-dama explicou, ainda, que o projeto foi criado com o objetivo de que Campo Grande fomentasse a atração turística de eventos, a vocação natalina da Capital do Estado. “Este evento foi crescendo e criando uma personalidade própria. E o que é melhor: sem deixar de lado o foco social, já que a única comercialização que temos aqui é alimentação e bebida, e a produção feita por alunos do Instituto Mirim de Campo Grande (IMCG), FAC e dos empreendedores das Incubadoras da Capital”.

Fonte: Prefeitura Campo Grande

  
  

Publicado por em