Civilização do Açúcar: novo roteiro é desenvolvido por gestores do projeto em Alagoas

Roteiro será apresentado a operadores turísticos no Salão do Turismo 2009, em São Paulo

  
  

Alagoas, Pernambuco e Paraíba estão unidos para o desenvolvimento do roteiro integrado Civilização do Açúcar, que abrange cidades dos três estados nordestinos com o tema cultural e histórico. Por isso, representantes municipais e de entidades ligadas ao projeto, como o Instituto Marca Brasil, o Ministério do Turismo, Sebrae e Secretaria de Estado do Turismo reunidos
Alagoas, Pernambuco e Paraíba estão unidos para o desenvolvimento do roteiro integrado Civilização do Açúcar, que abrange cidades dos três estados nordestinos com o tema cultural e histórico. Por isso, representantes municipais e de entidades ligadas ao projeto, como o Instituto Marca Brasil, o Ministério do Turismo, Sebrae e Secretaria de Estado do Turismo se reuniram, nesta última sexta, 6, para a discussão de ações para o projeto e o nivelamento de informações com a apresentação de consultores em turismo e mercado.

De acordo com a diretora técnica do Sebrae-AL, Renata Fonseca, o projeto é de extrema importância para a diversificação da oferta turística, com a participação de todos os atores locais.

Assim como Renata, o diretor de Destinos e Produtos da Setur, Jair Galvão destaca que a integração de todos os gestores é a chave para o sucesso do projeto, que está em fase de construção para a formatação de um novo produto turístico.

O encontro contou com palestras de especialistas em turismo e mercado, como o consultor Felipe Dantas, que destacou os principais passos do projeto que iniciou em dezembro de 2007, e será desenvolvido até março de 2010. Dantas afirmou que o próximo passo para o desenvolvimento do projeto é a instalação do grupo gestor do roteiro, com definição de competências e funções, que acontecerá no próximo dia 17, no Centro de Convenções de Maceió.

“O grande objetivo é a formatação do roteiro, para a apresentação e negociação com operadores no Salão do Turismo, que acontece em São Paulo, entre os dias 1 e 7 de julho”, afirmou o consultor. Antes disso, o grupo gestor do projeto Civilização do Açúcar deverá apresentar todo o planejamento do roteiro ao Ministério do Turismo, até o dia 30 de abril.

Além de Felipe Dantas, o consultor de mercado, Steven Albuquerque, que apresentou os resultados da visita realizada em janeiro por representantes das entidades participantes do projeto, afirmou que o grande desafio de todos os envolvidos no roteiro é transformar todo o potencial, diagnosticado na região, em produto a ser vendido aos turistas.

“Temos a certeza que o roteiro é viável, com grande potencial, agora devemos trabalhar em conjunto para a organização dos elementos presentes na cultura das cidades participantes do roteiro para colocar no mercado”, afirma Steven.

O projeto

O roteiro é um dos contemplados na segunda edição do projeto Rede de Cooperação Técnica para a Roteirização, que vai estruturar novos roteiros integrados nas cinco regiões do país, promovendo maior inclusão social e o resgate dos valores culturais regionais. Inspirado na importância da cana-de-açúcar e seus derivados na formação do Brasil, a “Civilização do Açúcar” agrupa e transforma em atrativos turísticos a influência social, política e econômica da sociedade de senhores e escravos, além de ícones como a produção da cachaça e da rapadura e seu importante legado cultural.

O projeto Rede de Cooperação Técnica para Roteirização é fruto da parceria entre o MTur, o Sebrae e o Instituto Marca Brasil (IMB). O objetivo é apoiar a produção de roteiros turísticos de forma articulada e integrada, por meio da formação de redes de cooperação.

A roteirização turística é uma das estratégias utilizadas no âmbito do “Programa de Regionalização do Turismo – Roteiros do Brasil” para estruturar, ordenar, qualificar, ampliar e diversificar a oferta turística. É um processo voltado para a construção de parcerias em níveis municipal, regional, estadual, nacional e internacional, a integração e o compromisso dos atores envolvidos.

Fonte: Secretaria de Turismo do Estado de Alagoas

  
  

Publicado por em