Com montanhas, trilhas e lagos, Bragança Paulista atrai apaixonados pela natureza nesta Páscoa

O destino é ideal para quem deseja uma pausa na rotina das grandes cidades nesta Páscoa, mas não quer percorrer grandes distâncias, A estância climática também conta com museus e passeios para quem deseja fugir do estresse das grandes capitais

  
  
Represa Jaguary é ponto de encontro de participantes de esportes náuticos, pesca e natação

Localizada a 99 quilômetros de São Paulo, Bragança Paulista é uma das 11 Estâncias Climáticas do Estado, devido aos atrativos naturais, como clima ameno, montanhas, cachoeiras e muita área verde.

O destino é ideal para quem deseja uma pausa na rotina das grandes cidades nesta Páscoa, mas não quer percorrer grandes distâncias. Com atrativos que vão desde uma caminhada entorno do lago da cidade até uma trilha para chegar ao alto de uma montanha com 1,125 m de altitude, Bragança Paulista promete agradar turistas com gostos variados.

O cartão postal da cidade é o Lago Taboão, que além da vista maravilhosa oferece pista de cooper para os mais esportistas e é cercado por bares e restaurantes, o que também atrai os boêmios.
Na represa Jaguary, formada pelos rios Jaguary e Jacareí, 50 km quadrados de água límpida são circundadas por montanhas e natureza exuberante, o que transforma o local em ponto de encontro dos participantes de esportes náuticos, pesca e natação.

Os adeptos de caminhadas e escaladas têm destino certo: na montanha Leite Sol, uma vista privilegiada inspira os visitantes; já a montanha do Guaripocaba, com 1.200 m de altura, é anualmente utilizada para o esporte Down Hill.

História
Bragança também oferece passeios para quem deseja conhecer um pouco mais sobre a história da cidade. No Museu Municipal Oswaldo Russomano, mais de 3 mil peças compõem o acervo cultural e histórico da cidade. Dentre os objetos estão louças, instrumentos musicais, objetos da antiga estrada de ferro e obras de arte sacra.

No Museu do Telefone, 60 peças comprovam a contribuição do município para a história da telefonia. O prédio é patrimônio cultural construído em 1907.

Calendário fixo
A cidade conta com um calendário repleto de atrativos culturais, como a Festa do Peão, que acontece no mês de abril e reúne o melhor da música sertaneja.

O mês de maio é inteiro dedicado à programação cultural, que é divulgado pela prefeitura do município quando a data se aproxima. Em julho, destaque para o festival de inverno e, no segundo semestre.

Entre os meses de agosto e setembro, a gastronomia recebe os holofotes com o festival da linguiça, famosa iguaria da cidade. Conhecida nacionalmente, a linguiça bragantina é famosa por ser produzida artesanalmente e em família, usando receitas que são passadas de geração para geração. A fama é tamanha que transformou a estância na Capital Nacional da Linguiça, movimentando a economia da região, além de proporcionar uma opção de lazer e entretenimento cultural.

SERVIÇO
Museu Municipal Oswaldo Russomano
Rua Cel. João Leme, 520 - Centro
(11) 4033-7566
Terça a sexta, das 9h às 17h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h

Museu do Telefone
Praça José Bonifácio 126, Centro.
Segunda a sexta, das 9h as 18h. Sábados, 10h00 as 16h00
(11) 4033-1937
museudotelefonebp@hotmail.com

Montanha Leite Sol
Rodovia Alkindar Monteiro junqueira que une Bragança à cidade de Itatiba

Montanha do Guaripocaba
Variante Hermenegildo de Oliveira que liga Bragança à rodovia Fernão Dias

Represa Jaguary
Estrada de piracaia , saída pela Rodovia Fernão Dias.

Lago do Taboão
Av. Alpheu Grimello

Fonte: Governo de São Paulo

  
  

Publicado por em