Com visual paradisíaco, Cânion de Itaimbezinho fica na divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina

Com incríveis 720 metros de altura e mais de 5,8 km de extensão, o paredão rochoso se impõe sobre o Parque Nacional dos Aparados da Serra. Além de sua beleza natural, o Cânion ainda possui três trilhas radicais que para quem gosta de aventura

  
  
O Cânion de Itaimbezinho se formou entre 137 e 150 milhões de atrás foi criado com os 'Derrames Basálticos' que expeliram magma do centro da terra que formaram enormes pedreiras que foram sendo moldadas pela ação do vento

Localizado no Parque Nacional dos Aparados da Serra, o Cânion do Itaimbezinho se destaca na região por sua imponência e pela beleza ímpar. Com paredões de até 720 metros de altura que cobrem uma área de 5,8 quilômetros e chegam até 2 mil metros de profundidade, o local ganha vida com suas rochas que parecem pintadas de vermelho e amarelo quando o sol reflete.

O Cânion fica entre as cidades de Cambará do Sul (RS) e Praia Grande (SC), porém cada município dá acesso a uma área do Parque. Quem entrar pelo Rio Grande do Sul já chegará na parte alta do Cânion, já por Santa Catarina acessará pela parte baixa do desfiladeiro.

O Parque Nacional dos Aparados da Serra possui três trilhas, sendo duas acessíveis pela parte alta e uma pela parte baixa. As Trilhas do Cotovelo (6 quilômetros) e a do Vértice (1,5 quilômetros) possuem entrada pela parte alta do Cânion e tem uma vista paradisíaca da região. Por serem menores e com um caminho mais 'fácil', elas são indicadas a quem não está acostumado com longas caminhadas.

Já a Trilha do Rio do Boi (8 quilômetros) dá uma visão espetacular dos paredões rochosos que foram esculpidos pela ação do vento em mais de 135 milhões de anos. Esta trilha é indicada para aventureiros com mais experiência e pode durar até 8h. Ela possui um caminho cansativo e com várias passagens pelo Rio do Boi.

O nome Itaimbezinho vem do tupi-guarani que significa "pedra cortada" ou "pedra afiada". O local que se formou entre 137 e 150 milhões de atrás foi criado com os Derrames Basálticos que expeliram magma do centro da terra que formaram enormes pedreiras que foram sendo moldadas pela ação do vento.

Parque Nacional dos Aparados da Serra

Localizado no Parque Nacional dos Aparados da Serra, o Cânion do Itaimbezinho se destaca na região por sua imponência e pela beleza ímpar

Localizado na divisa dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, o Parque Nacional dos Aparados da Serra possui cerca de 30,3 mil hectares. Criado oficialmente em 1959 pelo governo Federal, o local é administrado pelo Instituto Chico Mendes (ICMBio).

Formado por trechos de Mata Atlântica e Floresta de Araucária, o parque se transformou num excelente local para avistar pássaros de várias espécies. Os turistas encontram com facilidade jaguatiricas, papagaios-de-peito-roxo, leão-baio e guaxinins. A temperatura média anual da região é de 16ºC.

Como chegar
O Parque é acessível através de duas estradas. Quem optar pelo Rio Grande do Sul deverá seguir pela Rodovia da Rota do Sol (RS-20) até Cambará e depois dirigir por mais 18 quilômetros até o Parque. Já quem vier por Santa Catarina, a entrada se dá pela BR-101 entre os municípios de São João do Sul e Praia Grande. Depois siga até a Rodovia SC-290 por 21 quilômetros e mais 23 quilômetros de estrada de terra que dará acesso ao parque.

O estacionamento local custa R$ 5 para carros e R$ 3 para motos, porém há um ônibus para o Parque que faz o percurso entre as cidades de Criciúma (SC) e Caxias do Sul (RS). Com saída às 7h30 de ambas as cidades, o ônibus chega ao Parque às 10h30.

Mapa
.


Exibir mapa ampliado

O Parque Nacional dos Aparados da Serra possui três trilhas, sendo duas acessíveis pela parte alta e uma pela parte baixa
O Parque é acessível através de duas estradas
  
  

Publicado por em