Congresso Nacional aprova verba suplementar para ações de promoção internacional do Brasil

Em sessão conjunta, o Senado Federal e a Câmara dos Deputados aprovaram hoje (08) o PLN 27/07 que concede R$ 60 milhões ao Ministério do Turismo para, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), desenvolver aç

  
  

Em sessão conjunta, o Senado Federal e a Câmara dos Deputados aprovaram hoje (08) o PLN 27/07 que concede R$ 60 milhões ao Ministério do Turismo para, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), desenvolver ações de promoção, divulgação e apoio à comercialização de produtos e serviços turísticos do Brasil no exterior. Parte desta verba (R$ 12 milhões) será descentralizada para os estados.

As regras de distribuição dos recursos foram estabelecidas pelo Fórum Nacional de Secretários Estaduais e Dirigentes de Turismo (Fornatur). Pelos critérios acordados, 1/3 do valor destinado aos estados (R$ 4 milhões) será dividido igualmente entre as 26 unidades da federação e o Distrito Federal e os outros 2/3 (R$ 8 milhões) serão distribuídos proporcionalmente, de acordo com o número de vôos internacionais e de turistas estrangeiros recebidos pelo estado e com os investimentos feitos em promoção internacional.

As secretarias e empresas estaduais de Turismo devem investir os recursos exclusivamente em projetos de promoção internacional previamente aprovados pelo Conselho Estadual de Turismo de cada unidade da federação.

Além disso, a Embratur orienta que os estados utilizem a verba para complementar as ações que o Instituto já desenvolve no exterior, sob as orientações do Plano Aquarela – Marketing Internacional do Brasil.

“O Ministério do Turismo, por meio da Embratur, já apresentou uma agenda detalhada, até julho de 2008, de ações de promoção em cada país prioritário. O mais importante é que as ações de marketing realizadas pelos estados com a verba descentralizada sejam otimizadas em seus respectivos mercados prioritários”, explica a presidente da Embratur, Jeanine Pires.

As ações que podem ser executadas com a verba descentralizada são: campanhas publicitárias para o consumidor final e para o trade internacional, publicações e material audiovisual para operadores e agentes de viagem, campanhas para o turista estrangeiro que se encontra no Brasil, caravanas de familiarização com destinos brasileiros para operadores internacionais (Caravana Brasil), ações promocionais em eventos da Agenda Internacional de Promoção 2007/2008 da Embratur, viagens com jornalistas estrangeiros, produção de banco de imagens e gravação de CD com fotos em alta resolução.

“Todos os estados receberam da Embratur a indicação de ações e investimentos nos mercados prioritários. Saliento a necessidade dos estados adequarem os seus projetos e ações a estas orientações”, declara o presidente do Fornatur e secretário de Turismo do Ceará Bismarck Maia.

A Marca Brasil deverá ser aplicada, necessariamente, em todo o material produzido com a verba descentralizada e os materiais e campanhas publicitárias deverão estar nos idiomas dos mercados em que serão distribuídos.

“Esta verba é muito bem-vinda e tenho certeza de que, em parceria com os estados, incrementaremos o nosso trabalho de promoção internacional do Brasil, obtendo ótimos resultados no que diz respeito à consolidação da imagem positiva do nosso país no exterior, ao ingresso de mais turistas estrangeiros e ao incremento das receitas oriundas do turismo internacional em nosso país”, avalia Jeanine Pires.

Fonte: Embratur

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em