Conheça o Rio de Janeiro num final de semana

O Rio de Janeiro é conhecido como cidade maravilhosa por ter belos pontos para a visita de seus turistas. Mas será que um turista que nunca veio ao Rio saberia aproveitar sua viagem visitando os principais pontos da cidade em dois dias?

  
  
Conhecida pelas arquiteturas dos Arcos que são marca registrada do centro do Rio de Janeiro, e por ser o berço da boemia carioca, o bairro da Lapa reúne todas as tribos

O Rio de Janeiro (RJ) é conhecido como cidade maravilhosa por ter belos pontos para a visita de seus turistas. Mas será que um turista que nunca veio ao Rio saberia aproveitar sua viagem visitando os principais pontos da cidade em dois dias?

Pensando em resolver este problema, elaboramos uma lista dos cinco pontos turísticos do Rio de Janeiro que o turista não pode deixar de visitar, excluindo-se as praias. Confira a sugestão:

Sábado

ARCOS DA LAPA
Conhecida pelas arquiteturas dos Arcos que são marca registrada do centro do Rio de Janeiro, e por ser o berço da boemia carioca, o bairro da Lapa reúne todas as tribos, da Sala Cecília Meireles ao Circo Voador. Já foi capital dos malandros e compositores da chamada época de ouro. Na Lapa, concentram-se diferentes estilos musicais; do samba ao chorinho, passando pelo forró à moderna música eletrônica.

Sem dúvida, é um dos principais pontos turísticos de referência da vida noturna carioca. Vale ressaltar, que a construção em pedra e argamassa dos Arcos da Lapa, faz alusão a um estilo arquitetônico romano. Símbolo do Rio Antigo foi desenvolvido para canalizar águas nascentes do Rio Carioca, que vinham do bairro Santa Tereza. Hoje, os Arcos da Lapa são considerados, a obra arquitetônica de maior porte empreendida no Brasil durante o período colonial.

JARDIM BOTÂNICO
Listado entre os dez mais importantes do gênero no mundo, esse museu vivo natural e referência nacional para jardins botânicos do Brasil, abriga aproximadamente nove mil espécies da flora nacional e internacional, além de área remanescente de Mata Atlântica. O diferencial do Jardim Botânico do Rio de Janeiro está na sua multifuncionalidade por reunir conservação ambiental, educação, cultura, pesquisa científica e ações socioambientais em um único complexo.

FLORESTA DA TIJUCA
Aproximadamente 3.953 hectares abrigam o Parque Nacional da Tijuca, localizado a 20 quilômetros do centro do Rio de Janeiro. Também conhecido como Floresta da Tijuca (a maior floresta urbana do mundo), o parque reúne diferentes espécies da fauna e flora, somente vistas na Mata Atlântica. As famosas formações rochosas Pedra Bonita (Pedra da Gávea) e a Serra da Carioca (onde fica o Corcovado), são duas das atrações turísticas preferidas dos visitantes. O parque se divide em Floresta da Tijuca, Serra da Carioca, Pedra da Gávea/Pedra Bonita e Pretos Forros/Covanca. O passeio se torna mais agradável durante a primavera e o verão, quando o clima favorece aos banhos de cachoeira.

Domingo

Respire fundo ao visitar o Morro do Pão de Açúcar e seus 396 metros de altura, que proporcionam uma vista única do Rio de Janeiro e da Baía de Guanabara

PÃO DE AÇUCAR
Respire fundo ao visitar o Morro do Pão de Açúcar e seus 396 metros de altura, que proporcionam uma vista única do Rio de Janeiro e da Baía de Guanabara. Durante seis minutos, um bondinho com capacidade para até 65 passageiros, realiza o trajeto entre a Praia Vermelha e o Morro da Urca / Morro da Urca e o Morro do Pão de Açúcar. Leve a câmera fotográfica e se prepare para tirar centenas de fotos.

CRISTO REDENTOR
Se o dia estiver claro, prepare o coração para encarar os 710 metros de altura do Morro do Corcovado, localizado no Parque Nacional da Tijuca. Desse mirante se tem a mais bela visão do Rio de Janeiro. E não é pouco! Em seu topo está um dos principais símbolos da cidade, o Cristo Redentor, com 38 metros de altura. Dos pés do monumento, você avista o mar, a Lagoa Rodrigo de Freitas, Ipanema, Leblon, Gávea e o Pão de Açúcar. Não há comparação! A imagem do Cristo Redentor encanta e, certamente, marca para sempre a memória dos visitantes. A subida ao Corcovado pode ser feita de trenzinho.
Gostou da nossa sugestão? Então agora é só arrumar as malas e correr para conhecer de pertinho a todas essas maravilhas.

Fonte: Viagem Brasil

  
  

Publicado por em