Crescimento continuado no turismo

Setor ganha força e mantém otimismo para os próximos anos. Desembarques, números de turistas e investimentos ajudam na construção de um cenário positivo

  
  

Nesta terça-feira (27) Dia Mundial do Turismo, 7,2 milhões de brasileiros beneficiados com o setor comemoram o crescimento das atividades turísticas no Brasil. Entre 2007 e 2010, o número de turistas saltou de 155,9 milhões para 186 milhões, um crescimento de 20%. Os megaeventos esportivos marcados para os próximos anos e o legado deixado por eles sinalizam para uma tendência de expansão ainda maior do mercado.

Além da Copa do Mundo e das Olimpíadas, o setor turístico também conta com o crescimento econômico do país e ascensão social que fez surgir a nova classe média; e ainda o crescimento do prestígio internacional do Brasil, com consequente aumento da visibilidade do país no mundo. A soma desses fatores leva os técnicos do Ministério do Turismo a projetar crescimento ainda maior para o setor nos próximos anos.

“O Ministério do Turismo vai ajudar a Presidenta Dilma no combate à miséria, a partir do desenvolvimento do turismo como fator econômico regional decisivo para a geração de emprego e renda. Foi com trabalho, com emprego, com massa salarial, que o Brasil superou a crise internacional iniciada em 2008, e é deste modo que o turismo vai contribuir para o país continuar crescendo e se desenvolvendo”, afirma Vieira.

A expectativa para 2011 é que o número de desembarques em aeroportos brasileiros cresça 14,3% em relação ao ano passado, com 78 milhões de registros, dez milhões a mais que em 2010. Viajar nos próximos seis meses está nos planos de 33,7% dos brasileiros, conforme pesquisa da Fundação Getúlio Vargas a pedido do MTur; o número é 2,6 pontos percentuais superior ao registrado em agosto de 2010.

“Devemos incentivar o turismo doméstico, oferecer a esta nova classe média a oportunidade de viajar a preços em conta. Precisamos do apoio do setor privado para levar este trabalho adiante, fazendo crescer o turismo interno no Brasil”, avalia o ministro.

Segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego, 2,7 milhões de trabalhadores formais atuam em segmentos característicos do Turismo. A maior parte deles (987,2 mil) trabalha em bares e restaurantes, em segundo lugar está o transporte rodoviário, que responde por 479,5 mil postos de trabalho e 273,9 mil na hotelaria. Com salário médio de R$ 1,1 mil, o setor paga os melhores vencimentos aos trabalhadores do ramo de aluguel de aeronaves, R$ 5,7 mil em média.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em