Descubra as maravilhas do interior, do litoral e das montanhas de São Paulo

O Estado de São Paulo é enorme, e tão grande quanto a sua área territorial é sua diversidade de destinos turísticos. O litoral norte, por exemplo, é um dos mais belos trechos da costa brasileira, possuindo cerca de 90 praias e 220 cachoeiras

  
  
Praia do Eustáquio, em Ilhabela - Litoral Norte

O Estado de São Paulo é enorme, e tão grande quanto a sua área territorial é sua diversidade de destinos turísticos. O litoral norte é um dos mais belos trechos da costa brasileira, com os municípios de Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba.

Cerca de 90 praias, 220 cachoeiras, 35 trilhas e 138 mil hectares de Mata Atlântica preservada formam a região, muito propícia para a prática de esportes como surfe, mergulho, vela e pesca. A cultura caiçara, vivida pelos moradores dessas quatro localidades, provém de uma mistura de influências de outros grupos étnicos naturais da região, como os indígenas e os quilombolas.

A paulista Aline Najal Portela, 25, vive no Grande ABC, mas frequenta a região há muitos anos, acompanhada da família, que possui um veleiro na praia de Ubatuba. "Acredito que quem vai para o litoral norte pode ir parando em diversas praias que existem no caminho da pista. Dá pra conhecer bastante, se a pessoa tiver pique e disposição para passar por todas. Vale a pena", garante, ao descrever a bela paisagem local, com praias de águas transparentes, casas com quintais que desembocam na areia clara e um público em busca de tranquilidade, como ela própria.

Mudando um pouco de cenário, São Paulo apresenta uma cadeia de montanhas que formam a Serra da Mantiqueira e se estendem por outros dois estados da região Sudeste do Brasil, Minas Gerais e Rio de Janeiro. A parte que corresponde ao solo paulista possui estâncias aquáticas internacionalmente conhecidas. A região é convidativa também durante o inverno, para a contemplação da arquitetura com forte influência europeia, trazendo ao turista todo o charme da vida nas montanhas.

Outra sugestão de passeio é pelo circuito das águas paulistas, formado pelos municípios de Águas de Lindoia, Amparo, Jaguariúna, Lindoia, Monte Alegre do Sul, Pedreira, Serra Negra e Socorro. No complexo ainda é possível realizar trilhas e ecoturismo. A prática de esportes de aventura é bastante assídua, principalmente, em Socorro. A cidade é hoje exemplo nacional de turismo acessível, por desenvolver um roteiro que interliga dez pontos turísticos acessíveis na região central da cidade, destinados a pessoas com deficiências.

O projeto desenvolvido em Socorro deu origem a um trabalho executado pelo Ministério do Turismo (MTur), em parceria com a Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência (AVAPE) para execução do projeto Sensibilização para o Turismo Acessível. Essa iniciativa visa promover o mapeamento da acessibilidade turística e a qualificação do receptivo turístico local para o atendimento adequado a pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida, além de propor e divulgar roteiros adaptados em diferentes segmentos, tais como turismo cultural, ecoturismo e turismo de aventura. Quatro apostilas foram desenvolvidas e servem como base aos interessados em realizar o programa em outras regiões.

Festa da Tradição em Indaiatuba é parte do Circuito das Frutas

Bem próximo da capital é possível encontrar municípios que, além de belíssima paisagem, guardam também a riqueza da produção de frutas. De acordo com o Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf), São Paulo é o maior produtor nacional do ramo, representando 43% de todo montante nacional. Uma visita ao centro de criação desses produtos garante muito mais do que apenas uma experiência didática, mas a oportunidade de entrar em contato com a tradição e as belezas naturais de cada uma dessas cidades. Para o assistente de mídia, Eric Zanelli, 23, a região é sinônimo de calmaria. “Sempre visitei o interior de São Paulo porque tenho familiares lá. Vou a passeio, em busca de lazer e um pouco de tranquilidade”.

Além dos vários destinos turísticos, São Paulo também tem picos em sua movimentação turística, atrelados à realização de grandes eventos. Só o turismo de negócios promove mais de 45 mil eventos por ano na capital. O carnaval, por exemplo, levou milhares de foliões para as ruas das cidades interioranas, como São Luiz do Paraitinga, localizada entra as cidades de Taubaté e Ubatuba. Outra grande movimentação acontece com a Festa do Peão de Boiadeiro, no município de Barretos, que teve início em 1956 e atrai mais de 800 mil pessoas todos os anos.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em