Desejo de viajar aumentou em 2011

Mais de 34% das famílias brasileiras pretendia viajar no ano passado. Em 2010, esse índice era de 29,7%

  
  
Uma em cada três famílias desejou fazer turismo no ano passado

Mais de 34% das famílias brasileiras pretendia viajar no ano passado. Em 2010, esse índice era de 29,7%. A média de 2011 do indicador foi a mais alta desde o início da série histórica, em 2008.

O grau de incerteza também caiu. Os indecisos passaram de 7,6%, em 2010, para 4,1% em 2011. Além disso, o percentual de respostas negativas vem diminuindo desde 2009. Em 2011, 61,8% responderam que não viajariam nos seis meses subsequentes, enquanto que, em 2009, esse número chegava a 66,3%.

A ‘Sondagem de Intenção de Viagem do Consumidor’ é realizada mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) - a pedido do Ministério do Turismo. A pesquisa mede a intenção dos brasileiros de viajar, resultado de consulta a duas mil famílias nas sete principais regiões metropolitanas brasileiras (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Distrito Federal, Salvador e Recife). O MTur estima que essas regiões respondam por cerca de 70% do fluxo emissivo do turismo brasileiro.

A viagem aérea, que em 2008 fazia parte do roteiro de 44,4% das famílias entrevistadas, agora é a maneira preferida de iniciar ou encerrar o roteiro para mais de 60% desse grupo. A pesquisa revelou também que o número de interessados em viajar de automóvel e de ônibus diminuiu: em 2011, 23,7% das famílias pretendiam viajar de carro, diferentemente de 2008, quando o índice era de 36,1%; a já a intenção de embarcar nos coletivos caiu de 13,7% em 2009 para 9,4% 2011.

“Cada vez mais as famílias brasileiras estão incluindo o turismo na cesta de consumo. Brasileiros que nunca viajaram agora fazem parte do mercado consumidor, o que mostra que as políticas públicas para o setor estão no caminho certo”, comenta o ministro do Turismo, Gastão Vieira.

A região Nordeste continua sendo a mais procurada pelos turistas do País. Em 2011, 49,1% das famílias brasileiras que almejavam viajar tinham um dos nove estados nordestinos como destino de férias. Hotéis e pousadas foram citados por 55% dos participantes da pesquisa como meio de hospedagem preferido.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em