Documento será referência para Plano Nacional de Turismo 2011-2014

Resultado da ação conjunta entre MTur, CNT e Fornatur, texto apresenta diagnóstico sobre o turismo no Brasil e as perspectivas de desenvolvimento do setor até 2014

  
  

O turismo vai se intensificar no próximo quadriênio. É o que aponta o Documento Referencial do Turismo no Brasil 2011-2014, estudo estratégico que será a base para a elaboração do terceiro Plano Nacional de Turismo, instrumento de planejamento e gestão da atividade no país.

O diagnóstico analisa o ambiente econômico nacional, o contexto internacional do turismo e faz uma reflexão sobre o curso e a direção desta atividade no Brasil. De acordo com José Augusto Falcão, diretor do departamento de Planejamento e Avaliação do Turismo (DEPAT) do MTur, a economia brasileira alcançou níveis de confiança que impulsionaram os indicadores do setor turístico. “Temos um PIB em crescimento acima dos níveis mundiais, inflação sob controle, desemprego em queda e incremento da renda média do trabalhador, o que promoveu a melhoria na composição social do país e fez o consumo doméstico ficar aquecido”, citou Falcão.

Além do elemento econômico, as políticas públicas de turismo formuladas pelo governo federal contribuem para os bons resultados. “Entre os principais avanços estão a Lei do Turismo, a gestão descentralizada e a instalação de instâncias governamentais regionais, a expansão do crédito para o setor e ações promocionais para aquecer o mercado interno, ações que, no longo prazo, serão decisivas para o aprimoramento de políticas que atendam eventos como Copa e Olimpíada”, definiu o diretor.

Elaborado pelo Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT) e o Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur), o documento foi apresentado na tarde desta quarta-feira (26), em reunião do Fornatur, em São Paulo. A preparação do estudo ficou sob coordenação de um grupo gestor, instalado em 2009. O texto foi referendado pelo ministro do Turismo, Luiz Barretto, e áreas técnicas do MTur e da Embratur. O lançamento oficial do documento será em 21 de junho, em Brasília (DF).

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em