Empresários do sul da Bahia querem fomentar o turismo

O grupo busca a sustentabilidade econômica por meios culturais e de preservação do meio ambiente, além de manutenção da cultura do cacau

  
  

Um grupo de empresários da região do Médio Rio das Contas, no sul da Bahia, desenvolve projetos de turismo ecológico com suporte e consultores do Sebrae. Com negócios e propriedades rurais situados nos municípios de Barra do Rocha, Ibirapitanga, Ibirataia, Ipiaú, Itagi, Itagibá, Jitaúna e Ubatã, o grupo busca a sustentabilidade econômica por meios culturais e de preservação do meio ambiente, manutenção da cultura do cacau e aproveitamento de frutas tropicais e subprodutos, como polpas e chocolate.

Dois seminários de planejamento já foram realizados pelo consultor do Sebrae Luiz Eduardo Guimarães Gonçalves, na Fazenda Sapucaia, em Ibirataia, com a participação dos empresários dos municípios envolvidos nos projetos, sob a liderança da Associação dos Gestores de Ibirataia, Ipiaú e Região do Médio Rio das Contas (Agiir). “Temos certeza de que a Agiir é semente plantada na região que busca, conscientemente, caminhos que nos levem à sustentabilidade econômica”, afirma a artista plástica Selma Abdon Calheira que, juntamente com o alemão Franz Rzehak, seu marido, é uma das defensoras dos projetos.

Para o presidente da Agiir, Pedro Magalhães, o ingresso do Sebrae deu uma diretriz segura para o ambicioso sonho de viabilizar projetos culturais e de turismo ecológico, que sejam capazes de atrair financiamento de agências de desenvolvimento e agentes de crédito para assegurar meios de absorção da mão-de-obra local e regional. “A Agiir nasceu da vontade de pessoas que desejam ver a região do Médio Rio das Contas atraindo turistas de todo o País para que conheçam um pouco da riqueza gerada pela cultura do cacau”, afirma.

Criada por pessoas que jamais deixaram de encontrar alternativas para evitar o êxodo rural, com a derrocada da lavoura cacaueira, após a doença vassoura-de-bruxa, causada pelo fungo Moniliophthora perniciosa, a associação promoverá nova atividade no próximo dia 16 de maio, entre as 10 e 16 horas na Cores da Terra, em Ibirataia.

A instituição também tem entre seus objetivos garantir a sustentabilidade econômica e cultural da região por meio do turismo; promover e desenvolver ações para desenvolvimento sustentável do turismo cultural e ecológico consciente; e fomentar o resgate e preservação dos bens culturais e patrimoniais históricos dos municípios.

O coordenador da Regional Sebrae Mata Atlântica, Renato Lisboa, destaca que a região do Médio Rio das Contas tem potencial e atrativos turísticos capazes de dar suporte aos projetos e atrair novos empreendimentos que se somem àqueles existentes voltados para a agroindustrialização, fabricação de chocolate e meios de hospedagem, como pousadas e hotéis. Para Lisboa, a criação da associação facilita a capacitação de empresários e seus colaboradores, permite a realização de cursos, eventos e oficinas, além de ser um canal para contatos diretos com agências governamentais e representantes do setor privado.

Serviço:
Sebrae na Bahia - (71) 3320-4300

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em