Enoturismo no Sertão - A Rota do Vinho no Vale do São Francisco

Em meio à caatinga, com características peculiares e solo único, onde muitos ainda acham impossível nascer algum tipo de vegetação,estão algumas das maiores e melhores vinícolas produtoras de vinho do Brasil, cuja qualidade têm reconhecimento mundial

  
  

Por Eduardo Andreassi

Em meio a Caatinga, parreiras repletas de frutos

Sertão de Pernambuco - As melhores e mais avançadas vitivinícolas do Brasil estão justamente em uma região onde era inimaginável pensar que seria possível produzir algo no gênero. Mas, é de lá, do Vale do São Francisco, no Estado de Pernambuco, que saem alguns dos melhores vinhos, espumantes e sucos de uva do país e do mundo. Hoje, a área produz quase três safras por ano, sendo a segunda na produção de vinhos finos no Brasil, elaborados a partir de uvas vítis viníferas, também conhecidas como européias.

A safra anual brasileira deste tipo de vinho está em torno de 40 milhões de litros, sendo que 7 milhões são provenientes da região (15% da produção nacional - única região do mundo que produz vinho o ano todo).

Área da Caatinga - diversidades desse bioma

Contrastes - Parreiras junto ao Sertão de Pernambuco

No Vale, os vinhos são produzidos nas vinícolas instaladas nos municípios pernambucanos de Petrolina, Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista, e no de Casa Nova, na Bahia. A qualidade do vinho atrai brasileiros de todas as partes. E muitos produtores gaúchos e até do Exterior já estão estabelecidos ali há alguns anos. O Vale se transformou em um polo de desenvolvimento tecnológico da fruticultura irrigada, com o apoio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), por meio de sua unidade descentralizada, a Embrapa Uva e Vinho, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Para favorecer ainda mais este desenvolvimento, prefeituras e governo dos estados criaram políticas de incentivos fiscais aos investidores. As fazendas no entorno do rio passam a ser altamente produtivas. Petrolina passou a ser a o grande ponto de negócios/escoamento da produção das frutas do sertão semiárido.

Maquinários nas inúmeras vinícolas da região de PE
Processo de vinificação, recipientes para fermentação que vão de 20mil L a 60mil Litros de armazenamento
No processo de fermentação, é feita a realização das operações de remontagem, descuba, prensagem, controle da temperatura e do teor de açúcar

A região também passou a explorar o turismo de negócios, despertando a atenção de profissionais nacionais e internacionais interessados em conhecer de perto o processo de produção, as tecnologias empregadas e provar o excelente resultado final, ou seja, os diferentes tipos de vinhos.
E quem escolher a região como seu próximo destino de viagem poderá desfrutar de um turismo cultural, gastronômico e ecológico diferenciado.

Para o leigo, é uma oportunidade de se familiarizar com nomes de castas de uvas que incluem Malbec, Cabernet Sauvignon, Merlot, Chenin Blanc, Petite Syrah, Tannat e Brut, a partir das quais são produzidos os vinhos e saber, com precisão, detalhes de cada uma delas. Mas, circular por esta Rota dos Vinhos no Vale do São Francisco vai ajudá-lo a conhecer melhor, apurar o seu paladar e aprender a degustar essa “bebida dos Deuses”.

O roteiro é, no mínimo, sedutor. Começamos na Embrapa, onde fica o Centro Tecnológico da Uva e do Vinho e se desenvolvem as pesquisas para o aprimoramento da qualidade das videiras, percorrendo, posteriormente, uma trilha de 300 metros que mostra a diversidade da flora e fauna da Caatinga.

Embrapa - Um dos ambientes de estudo e desenvolvimento
Os principais grupos de pesquisa da Embrapa Uva e Vinho são: Uva para processamento, Uva de mesa, Melhoramento genético de uva
O uso sustentável do solo também é uma das metas da empresa

Em seguida, uma visita às vinícolas, para se conhecer todo o processo produtivo – plantação e elaboração do vinho – sendo possível degustar e adquirir o produto direto da fonte. E, por último, ainda é possível fazer um belo passeio de Catamarã pelo rio São Francisco, acompanhado de um delicioso espumante.

Desbravando o Sertão

Mandacaru no Sertão de Pernambuco - espécie é comum no nordeste brasileiro, atingindo mais de 5 metros de altura

A vitivinicultura é uma atividade recente no Nordeste do Brasil e vem sendo intensificada nesses últimos anos.
Nos anos 60, a Cinzano instalou-se na região, dedicando-se à produção de uvas somente para a fabricação do vermute.
Em 1970, a Vinícola do Vale do São Francisco, em parceria com a Forestier e, contando com sua assistência técnica, produz seus vinhos finos Botticelli.

Já o empresário paulista Mamoru Yamamoto foi um dos pioneiros na elaboração de vinhos no Vale do São Francisco no início dos anos 80, após suas andanças por várias regiões do mundo, em busca de seu sonho: produzir vinhos de qualidade em meio ao sertão seco e coberto pela caatinga.

A tecnologia da irrigação, a persistência e a determinação abriram novas perspectivas ao japonês que queria produzir vinhos. Na busca de terras melhores, Mamoru Yamamoto entrou sertão à dentro e foi parar em Santana do Sobrado, vilarejo pertencente ao Município de Casa Nova, na Bahia. Lá imprimiu no solo um marco, como querendo fazer pacto com Deus e com a natureza. Nascia, em 1980, a Fazenda Ouro Verde, hoje de propriedade da Miolo Wine Group e que tem como parceiros as Vinícolas Miolo/Lovara e Osborne.

O maior Rio 100% brasileiro - O São Francisco. São 2 863 km de extensão, atravessando 5 estados

A "descoberta" atraiu mais interessados, quando se intensificaram os projetos de irrigação em Petrolina e cidades vizinhas. A água, elemento mais importante para a agricultura, é farta e abundante, mas as parreiras precisam apenas do suficiente para produzir as uvas adequadas. Com a água controlada pelo homem, o Vale do São Francisco virou um oásis para os produtores de vinho.

Para escoamento da produção, captar matéria prima – garrafas, fertilizantes - e obter mais tecnologia e qualidade, a região do Vale do São Francisco dispõe da infraestrutura do Aeroporto Internacional de Petrolina; da hidrovia do São Francisco, com o Lago de Sobradinho - o maior lago artificial do mundo - de eclusas na Barragem de Sobradinho; de ligação rodoviária com as principais capitais do Nordeste e de uma termelétrica com capacidade para geração 138 megawatts de energia.

A riqueza da Caatinga - O Sertão virou um oásis e inseriu o Vale de São Francisco no mapa do Enoturismo mundial

Espécies como o Mandacaru de Boi estão presentes na trilha ecológica da Embrapa

Repleto de contrastes, o Sertão de Pernambuco abriga a caatinga e terras irrigadas que, por serem férteis, produzem frutos de alta qualidade exportados para o mundo inteiro, entre as quais a manga, goiaba e a uva. Essa para mesa ou produção de vinhos. As fazendas irrigadas são responsáveis por 30% das exportações de frutas brasileiras, empregando diretamente 30 mil pessoas. Da região saem 99% da uva de mesa comercializada em todo o Brasil.

Ao contrário do que se pensa, quando vemos a vegetação da Caatinga, esse bioma é extremamente rico e resistente. De suma importância para a região, esse bioma é representada por 2.500 espécies, das quais 300 são exclusivas deste ecossistema.

Um dos símbolos do Sertão, o Umbuzeiro conserva água e produz uma batata, que em época de grande estiagem, é utilizada como alimento

Observando a fauna e flora da região, encontramos plantas medicinais, das quais são aproveitadas as folhas, cascas, frutos e sementes, e plantas que servem de alimento à fauna local – forrageiras e frutíferas – além de outras espécies que ajudam na renda e sobrevivência do povo nordestino, incluindo árvores madeireiras e outras de onde são extraídos óleo, fibras e cera.

As abelhas sem ferrão tem importância significativa para o sustento do povo sertanejo

Já a fauna apresenta animais como as abelhas, preás, veado-catingueiro, tatu-peba, capivara, calangos, caititu e outras espécies, que servem como fonte de alimento para o homem, que aproveita a carne, gordura, couro, pele e mel.

As paisagens vão mudando à medida que avançamos pelo sertão. A aridez da caatinga cede espaço para a exuberância da produção agrícola, com uvas que fazem o vinho considerado como um dos melhores do Brasil e do mundo. O reconhecimento dos vinhos do Vale do São Francisco veio com a Medalha Grande Ouro concedida à Vitivinícola Santa Maria, Lagoa Grande (Pernambuco), que teve um vinho com pontuação acima de 95 pontos, no Concurso Mundial de Bruxelas realizado em junho de 2014.

Também, o vinho Testardi, produzido pela Vinícola Ouro Verde (Miolo), Casa Nova - BA, foi considerado o melhor tinto nacional, pelo júri internacional, na Expovinis 2012, o maior evento do gênero da América Latina.

O Vale do São Francisco é responsável por 99% da uva de mesa exportada pelo Brasil e pela produção de 7 milhões de litros de vinho por ano

Os excelentes resultados só foram obtidos graças à irrigação artificial do rio Francisco, às mais de 3.000 horas de sol ao ano, anos de trabalho com êxitos e frustrações e muitas experiências e avançada tecnologia. E, pouco a pouco, a paisagem mudou. Hoje, a caatinga dá espaço às parreiras repletas de uvas cultivadas para uso em mesa ou para produção de vinhos.

Passeio pelas vinícolas - Um passeio de vivências para o Homem

Para o turista, o passeio pelas quatro vinícolas do Vale do São Francisco e a degustação dos vinhos locais são aulas práticas sobre sua forma de preparo, seus aromas e variedades e, principalmente, de que o vinho é alcoólico e como alcançamos o teor de cada um.

Na linha de produção, o engarrafamento das bebidas - Recipientes são esterilizados
Engarrafando da bebida
Rotulando o Vinho na linha de engarrafamento

Visitar vitivinícolas é entender todo o processo de plantio e produção da bebida. O visitante vai até as videiras, saboreia a uva, vê a colheita e conhece as técnicas empregadas que levam a elaborar um dos melhores vinhos do mundo.

Visitando Vinícolas - locais de armazenamento em tonéis de carvalho
O tipo de recipiente mais utilizado e recomendável é o de madeira
Visitando Vinícolas - locais de fermentação e armazenamento
Visitando as Vinícolas, podemos ir até as adegas e degustar os produtos

O ingrediente fundamental para tal êxito? Uma irrigação correta e luz, conforme relata o sócio-diretor da vinícola Vinibrasil, João Santos. “Na Europa, a planta hiberna durante uma metade do ano, quando está frio. Como temos luz o ano todo, só precisamos da água”. E acrescenta: “Tudo que sobrou da plantação e do processo da elaboração do vinho - galhos, folhas, sementes, bagaços - são 100% reutilizáveis, seja como adubo ou alimento para as criações”.

Degustando a

A seguir a lista das vinícolas e seus vinhos para você degustar.

ADEGA BIANCHETTI TEDESCO LTDA
A única a produzir vinhos orgânicos na região
Endereço: Estrada dos Vermelhos, s/n. °, Zona Rural, Lagoa Grande-PE, CEP: 56.395-000
Produz:

  • Tintos: Cabernet Sauvignon; Petite Syrah; Tinto Leve Suave Bianchetti.
  • Brancos: Sauvignon Blanc; Moscato.
  • Espumantes Bianchetti: Branco Brut; Moscatel Asti; Rosé Demi-Sec.
  • Vinhos Portal do Sol (Assemblage):

Vinhos Finos: Tinto Seco; Tinto Suave; Branco Seco; Branco Suave; Rosé Suave.
E-mail: vinhosbianchetti@bol.com.br/izanete@vinhosbianchetti.com.br


VINÍCOLA DO VALE DO SÃO FRANCISCO - BOTTICELLI
A primeira indústria da região a produzir vinho e pioneira, no Nordeste, no cultivo de uvas para exportação
Endereço: Fazenda Milano, Zona Rural, s/n. °, Santa Maria da Boa Vista-PE, Cx Postal 01, CEP: 56.380-000
Vinhos:

  • Tintos: Cabernet Sauvignon (Varietal); Petite Syrah; Tannat; Ruby Cabernet (Coleção).
  • Brancos: Moscato Canelli; Chenin Blanc (Varietal).
  • Espumantes: Asti; Brut.

Site: www.botticelli.com.br
Fones: (87) 3860-1536 Vinícola / 3862-2200 Faz. Milano

(81) 3252-8912 / 8900 Escritório em Recife

Fax: (81) 3252-1279

E-mail: botticelli@botticelli.com.br

gualberto@botticelli.com.br

ricardoalmeida@botticelli.com.br



VITIVINÍCOLA SANTA MARIA S/A - RIO SOL - ViniBrasil

A maior vinícola de Pernambuco

Endereço: Fazenda Planaltino, s/n. °, Lagoa Grande-PE, Cx Postal 09, CEP: 56.395-000
Vinhos:

  • Tintos: Adega do Vale; Rendeiras; Rio Sol; Rio Sol Reserva; Rio Sol Winemaker's Selection; Paralelo 8 (Super Premium).
  • Brancos e Rosés: Rio Sol; Adega do Vale.
  • Espumantes: Rio Sol - Brut (Branco e Rosé); Demi-Sec; Moscato

Adega do Vale: Brut; Moscato
Fones: (87) 3860-1587/ 3869-9410/ (81) 3471-3778 Escritório em Recife
E-mail: joaosantos@vinibrasil.com.br

andre.arruda@vinibrasil.com.br

ricardohenriques@vinibrasil.com.br

Site: www.vinibrasil.com.br


VINÍCOLA TERROIR DO SÃO FRANCISCO - GARZIERA

Endereço: Sítio Gado Bravo, s/n – Distrito de Vermelhos – Lagoa Grande –PE
É pioneira no receptivo turístico do vinho e na produção de suco natural de uva. Esta vinícola está produzindo apenas o suco de uva integral Sol do Sertão..
Visitas com agendamento.

Vinhos:

  • Tintos: Garziera Shiraz 2005 e 2007; Garziera Cabernet Sauvignon 2005 e 2007; Garziera Tannat 2007; Garziera Merlot 2007; Carrancas do São Francisco Cabernet Sauvignon/Shiraz 2006 e 2007; Carrancas do São Francisco Tinto Suave; Cantina do Sertão Tinto (seco e suave).
  • Brancos: Garziera Moscato Itália; Carrancas do São Francisco (Moscato/Sauvignon Blanc) 2006 e 2008; Carrancas do São Francisco Branco Suave e Cantina do Sertão (seco e suave).
  • Rosé: Cantina do Sertão (suave).
  • Espumante: Garziera Moscatel Espumante
  • Suco de Uva Natural: Sol do Sertão

Site: www.vinhogarziera.com.br
Fones: (87) 3869-9667
E-mail:
comercial.pe@tsf.ind.br


VINÍCOLA OURO VERDE - MIOLO
Endereço: BR 235, Km 40, Santana do Sobrado s/n, Caixa Postal 80, Casa Nova-BA, CEP: 47.300-000
Vinhos:

  • Tinto: Vinho Miolo Testardi, Shiraz (safra 2007); Cabernet Sauvignon (Reserva - safra 2006).
  • Branco: Drymuscat (safra 2006).
  • Espumante: Brut (safra 2007); Demi-Sec (safra 2007); Moscatel (safra 2007).
  • Conhaque: Osborne Brandy.

Fone: (74) 3536-1132 / 3972 / (74) 3527-4193 / 4002
Fax: (74) 3527-4243
E-mail: flavio.durante@miolo.com.br


CHÂTEAU DUCCOS
A vinícola possui uma extensão total de 124 hectares.
Razão Social: Duccos Vinícola Comércio Importação e Exportação Ltda
Endereço: Estrada dos Vermelhos, Zona Rural, Lagoa Grande-PE
Fones: (87) 3985-1010 / (87) 3985-1006
E-mail:
genaldobraz@saobrazbebidas.com.br
ailtonpatos@yahoo.com.br
bessaduccos@hotmail.com



Petrolina

É a porta de entrada da região do Vale do São Francisco, com uma população de 320 mil habitantes, sendo o quinto maior município do Estado e o segundo do interior, atrás apenas de Caruaru.
Localizada em pleno sertão semiárido, porém às margens de um dos mais importantes rios da América Latina, marca pela riqueza construída pelo homem. Basta cruzar a ponte para chegar à Bahia, na cidade de Juazeiro.

Hoje, devido a esse “milagre” do plantio irrigado, cresceu e desenvolveu-se, possuindo o segundo maior PIB de Pernambuco.
Atualmente a cidade responde por 90% das exportações nacionais de Manga e Uva. Há potencialidade alta no cultivo de melancia, coco e inúmeros cultivos. Os produtores de uva também passam a investir em suco de uva.

No

Petrolina tem uma temperatura média anual de 26,4 °C, tendo a caatinga - é o único bioma exclusivamente brasileiro, o que significa que grande parte do seu patrimônio biológico não pode ser encontrado em nenhum outro lugar do planeta - como sua vegetação nativa e predominante.

Possui boa infraestrutura, com escolas, faculdades, hotéis, bares, restaurantes e uma rede bancária que inclui Banco do Brasil, Bradesco, Banco do Nordeste, Santander e outros.
Conta com o Aeroporto Internacional de Petrolina – o segundo maior do Nordeste - que opera regulamente voos domésticos. O terminal de cargas, com dois mil metros quadrados, está preparado para atender a demanda de exportação de frutas da região. A estrutura é toda preparada para atender à produção perecível.

Dica: Não deixe de visitar o Museu do Sertão, a Catedral do Sagrado Coração de Jesus, o Ateliê Mestre Quincas e o Bodódromo, onde você pode experimentar a carne de bode e de carneiro em diversos pratos: linguiça, buchada, sarapatel, pizza de bode, cozido e o carneiro assado que é a opção tradicional.
Aproveite e faça um passeio de Catamarã pelo "Velho Chico", degustando um delicioso vinho e espumante.

Aprecie a ótima gastronomia da região do Vale
Gastronomia na Rota do Vinho

Onde comer

Bodódromo - Av. São Francisco, Areia Branca. Funciona diariamente das 11h30min até último cliente.
Restaurante Carranca Gulosa - Estrada da Tapera, KM 11 - Travessia do Juarez - Tel.: (87) 3985-1021
Restaurante Flor de Mandacaru - Avenida 2, 155, Cohab VI - Tel.: (87) 8821-1862
Restaurante Café da Fazenda - Endereço: Rua Dr. José Mariano, 2815 Petrolina - Tel.: 87-88560002 /87-38622046 /87- 8807-5706

Hospedagens

Velho Chico Plaza Hotel - Av. Sete de Setembro, 100 - Tel.: (87) 3864-0100
Reservas e site:
Site: http://www.velhochicoplazahotel.com.br/principal/
Reservas: reservasvelhochico@hotmail.com

Contata e fecha pacotes para os seguintes passeios:
Vapor do Vinho: R$ 130,00 Com visita a Vinícola Miolo, almoço, eclusa e passeio de barco
Catamarã: R$ 130,00 Com visita a Vinícola Rio Sol, passeio de Catamarã e almoço na casa sede

Em média, as diárias em hotéis, variam de R$ 120,00 (no Velho Chico Plaza Hotel) a R$ 258,00 (no Grande Rio Hotel) - preços praticados na ocasião da reportagem.

Receptivos e Guias

Flor de Cacto Turismo - Guia de Turismo: Tânia Nogueira - Tel.: 87-8851.7546/9657.2456 ou contatos através do E-mail : E-mail: valedosaofrancisco@hotmail.com

Agência Opção Turismo - Rua Joaquim Nabuco, 505 - Centro - Petrolina – Tel.: (87) 3862.1616/3031.8886
Passeio de Catamarã
E-mail: opcao.tur@uol.com.br / nelio@opcaoturismo.tur.br
www.opcaoturismo.tur.br


Lagoa Grande

A cidade de Lagoa Grande, PE

O seu nome surgiu a partir de uma extensa lagoa de água doce da qual todos os habitantes dessa localidade se abasteciam.
Localizada no sertão nordestino, a cidade se destaca pelo seu rápido crescimento, possuindo uma população de 22.719 habitantes. Podemos considerar que Lagoa Grande é a capital da uva e do vinho do Nordeste. Esta cadeia produtiva gera mais de 10 mil empregos e são responsáveis pela produção anual de 20,5 milhões de kg de uvas e mais de sete milhões de litros de vinhos. A base econômica do município é a agropecuária, indústria, comércio e serviços.

Lagoa Grande protagonizou cenas da minissérie

Quanto ao turismo, Lagoa Grande é um município que une as paisagens características do semiárido nordestino ao belo cenário proporcionado pelas águas do Rio São Francisco. É uma região ideal para o lazer contemplativo, passeios de barco, pesca esportiva e banhos no “Velho Chico”, além do Enoturismo, sendo a segunda principal região produtora de vinhos.
Vinhuva Fest - A cidade destaca-se pelo enoturismo, por ser uma das mais importantes áreas da vitivinicultura. Em outubro acontece a maior festa ligada à produção de vinho da região


No Monte Carmelo em Sta.Maria da Boa Vista - PE

Santa Maria da Boa Vista

Às margens do Rio São Francisco, Santa Maria da Boa Vista chama a atenção dos turistas pelas atrações naturais e históricas.
Os principais atrativos naturais do município são os mirantes do Vale, do Cruzeiro e do Carmelo - local onde está situado um pequeno santuário dedicado a Nossa Senhora do Carmelo, e o Rio São Francisco, com suas corredeiras, conjunto de ilhas fluviais de diferentes paisagens, passeios de barco e o pôr do sol.

Vista do Velho Chico Em Sta.Maria da Boa Vista - PE
Matriz de Nossa Senhora Imaculada Conceição - PE

No centro urbano, destaca-se a Igreja da Padroeira Nossa Senhora da Conceição do século XIX e o casario, com interessantes construções, a exemplo do prédio do mercado público, atual Centro Cultural, e diversas residências - além de duas casas que remontam ao século XVIII, quando a antiga Fazenda Volta deu origem à cidade. Os demais atrativos ficam por conta do artesanato, com trabalhos em pedra-sabão, ferro, barro e madeira; da gastronomia, onde dominam os pratos à base de peixes como o "piau" e o "cari".

Cenário da minissérie da rede Globo “Amores Roubados”

A cidade conta com estabelecimentos de saúde, escolas, agências bancarias do Santander, Banco do Brasil e Bradesco e possui uma população com cerca de 40 mil habitantes.


Informações úteis

Como chegar a Região do Vale do São Francisco

Distâncias da capital de Pernambuco - Recife
• Petrolina - 760 km e 715 km (via Floresta)
• Lagoa Grande – 713 km
• Santa Maria da Boa Vista – 665 km
Distâncias de Petrolina
• Lagoa Grande – 40 km
• Santa Maria da Boa Vista – 110 km
• Casa Nova, BA - 50 km
Aeroporto de Petrolina - Senador Nilo Coelho
Distância do centro de Petrolina: 10 km
Telefone: (87) 3863-3366
Endereço: BR 235, Km 11, Caixa Postal 90
Petrolina – PE

Aeroporto Internacional de Petrolina – o segundo maior do Nordeste

Distâncias e como visitar as Vinícolas

Visitando Vitivinícolas e entendendo todo o processo de plantio e elaboração do vinho

O turista que deseja conhecer as vinícolas, após a chegada em Petrolina, terá que agendar antecipadamente as visitas e poderá optar em contatar os receptivos citados, locar um veículo no Aeroporto de Petrolina ou mesmo ir de táxi.
Com a imensidão das estradas, distâncias e a pouca infraestrutura, o roteiro deve ser feito com guias especializados.

Nessa vivência, o turista experimenta diversos tipos de vinhos diretamente do produtor

Acessibilidade

O acesso pessoas portadoras de necessidades especiais é fácil pelos estabelecimentos, pois os mesmos estão em primeiro pavimento. No mês de outubro de 2014, o SEBRAE Petrolina realizou uma consultoria com 20 empresas do setor turístico entre restaurantes e hotéis para orientar os estabelecimento a melhorarem a acessibilidade com na parte do atendimento.

Alguns estabelecimentos como o Hotel Velho Chico, IBIS hotel e Petrolina Palace Hotel já tem uma porcentagem de quartos e instalações adaptadas para receber pessoas com deficiência

Distâncias até as Vinícolas

• Vinícola Miolo - fica a 54 km de Petrolina
• Vinícola Rio Sol – 60 km (Acesso via estrada dos Vermelhos)
• Vinícola Garziera – 70 km (Acesso via estrada dos Vermelhos)
• Vinícola Bianchetti – 80 km (Acesso via estrada dos Vermelhos)
• Vinícola do Vale do São Francisco - Botticelli- 85 Km
• Vinícola Duccos - 70 Km - (Bairro de Vermelhos, em Lagoa Grande, PE)

Companhias Aéreas que operam em Petrolina atualmente pelo Aeroporto:

Gol
Telefone: (87) 3863-1717 / 3863-1650
Localização: Saguão de Embarque
Horário de funcionamento: 04h às 10h / 12h às 18h / 19h às 01h
www.voegol.com.br

Azul
Telefone: (87) 3863-1777
Localização: Saguão de Embarque
Horário de funcionamento: 14h às 18h
www.voeazul.com.br

Avianca
Telefone: (87) 3863-0808 / 3863-0988
Localização: Saguão de Embarque
Horário de funcionamento: 04h às 23h
www.avianca.com.br

TELEFONE INFRAERO - PETROLINA: (87) 3867-9600

Informações Turísticas

• Praça Dom Malan, no Centro de Petrolina, em frente à Prefeitura Municipal.

• Secretaria de Turismo de Petrolina
Contato: (87) 3862 3936/
E-mail: sectur.petrolina@gmail.com

• SEBRAE - UN Sertão do São Francisco
Fone: (55 87) 2101-8909
Av. 31 de Março s/n centro de convenções
CEP - 56.300-000 - Petrolina-PE
Endereço: Praça Centro de Convenções, s/n, Petrolina-PE.

-

Dica de leitura - "Ensolarado Sertão, Magníficos Vinhos (Franciscana)", de José Figueiredo

  
  

Publicado por em