Estrangeiros são 32% da demanda do carnaval do Rio

O carnaval deste ano foi responsável pela demanda de 1,1 milhão de visitantes na cidade do Rio de Janeiro, sendo 32% deles estrangeiros. A renda gerada foi de, aproximadamente, US$ 850 milhões

  
  
O destaque do grande encontro popular de 2012 foi novamente a retomada dos blocos de rua, além dos tradicionais desfiles em uma Sapucaí reformada

O carnaval deste ano foi responsável pela demanda de 1,1 milhão de visitantes na cidade do Rio de Janeiro, sendo 32% deles estrangeiros. A renda gerada foi de, aproximadamente, US$ 850 milhões. A festa, que beneficia muitos setores da economia, gerou a ocupação média de 95% nos hotéis. Em 2011, um milhão de visitantes, sendo 700 mil nacionais, estiveram no Rio participando da folia.

O destaque do grande encontro popular de 2012 foi novamente a retomada dos blocos de rua, além dos tradicionais desfiles em uma Sapucaí reformada. Foram 425 blocos e um acréscimo de 9,77% no número de foliões em comparação com 2011, que registrou 4,8 milhões. O maior deles foi o Bola Preta, que reuniu 2,2 milhões de pessoas.

“Além disso recebemos 37 transatlânticos com desembarque de 86 mil turistas e gasto de US$ 25,8 milhões. O carnaval do Rio foi um absoluto sucesso. Enfrentamos problemas, como o xixi nas ruas e o lixo, mas a festa seguiu com um saldo favorável na questão da segurança”, declarou o secretário de Turismo e presidente da Riotur, Antonio Pedro Figueira de Mello.

Ele ainda ressaltou que, em 2009, quando teve início o projeto de reorganizar os blocos de rua apenas 750 banheiros químicos eram disponibilizados na cidade, e no carnaval deste ano 15 mil foram espalhados pelos bairros do Rio. “Promovemos o maior carnaval do planeta com uma operação envolvendo toda a Prefeitura. Conseguimos monitorar a festa e garantir mais tranquilidade aos foliões e moradores”, disse.

LIXO
Uma das grandes preocupações das autoridades que comandam o carnaval é manter as ruas da cidade limpas. Mesmo com mais pessoas participando da grande festa popular carioca em 2012, houve uma redução de 23% no número de lixo coletado. Segundo o secretário Municipal de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osório, foram mil toneladas de lixo recolhidas. “Parceria com catadores, aumento da capacidade dos containers e lixeiras móveis contribuíram para o resultado conquistado”, completou Osório.

Fonte: Instituto Ideias

  
  

Publicado por em