Foz do Iguaçu: o turismo no caminho certo

Cidade pega carona no bom momento turístico brasileiro e se prepara para as grandes competições esportivas que o país receberá em 2014 e 2016

  
  

Na década passada, um dos principais destinos turísticos brasileiros, casa de grandes presentes da natureza à humanidade, encontrava dificuldades para consolidar sua imagem de atração imperdível para um turista de qualquer parte do mundo. Mas a partir de uma mudança de gestão, como foco na qualificação de produtos e profissionais, que contou com envolvimento de todas as entidades representativas do trade e apoio do governo federal, essa história começou a ser alterada.

“Enfrentávamos problemas de gestão, de termos objetivos sem integração. Então mudamos esse rumo, com a campanha Foz do Iguaçu – Destino do Mundo, lançada em 2007. Hoje, nossos projetos são integradas e nossos atrativos, as Cataratas do Iguaçu, Parque das Aves, Itaipu Binacional sentem a importância deste trabalho. Neste ano, por exemplo, praticamente não tivemos baixa temporada”, comemora Gilmar Piolla, presidente do Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu – Fundo Iguaçu, composto pelas entidades do trade local. A entidade está no seu primeiro ano de trabalho e deve gerar R$ 1,6 milhão em 2010.

Na última sexta-feira (23), recepcionado pelo prefeito Paulo Mac Donald Ghisi, representantes do trade e autoridades políticas da cidade, o ministro do Turismo, Luiz Barretto, esteve em Foz para acompanhar de perto essa guinada no turismo local. Ele aproveitou a ocasião para formalizar o repasse de R$ 925 mil para as seguintes ações: instalação de placas turísticas e de 107 abrigos de ônibus nas vias que formam o corredor turístico da cidade e a revitalização da Praça do bairro 3 Bandeiras. Além disso, o ministro se comprometeu a investir recursos para o recapeamento das principais vias da cidade.

“Estamos trabalhando em conjunto, setor público e iniciativa privada, para que a cidade esteja pronta para receber os turistas que virão ao país durante a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016. Há ações específicas da Embratur para a promoção da cidade de Foz do Iguaçu, para que ela se consolide como um dos principais destinos do continente. Hoje, dos 5 milhões de turistas que o Brasil recebe, 2 milhões são sul-americanos. Temos condições de aumentar esse número e Foz tem um papel central nesse projeto”, disse o ministro.

Segundo o prefeito Paulo Mac Donald Ghisi, a cidade tem desafios na área de infraestrutura, como a ampliação do Aeroporto Internacional das Cataratas. Mas os números indicam que o turismo local está fazendo um bom trabalho. “Tivemos no Parque Nacional de Foz do Iguaçu 569,6 mil visitantes no primeiro semestre de 2010. A meta é atingir 1,2 milhão até o fim do ano e bater o recorde histórico.”

Aeroporto

Investimentos do governo federal tem sido fundamentais para este novo momento do turismo em Foz do Iguaçu. Aeroporto Internacional das Cataratas, por exemplo, deverá receber R$ 40 milhões para sua reforma e ampliação. Outros R$ 30 milhões serão destinados para obras de mobilidade urbana e R$ 15 milhões para a construção de um novo mirante nas Cataratas do Iguaçu. Além disso, outro projeto que deverá sair do papel é a nova ponte entre Brasil e Paraguai.

Vote nas Cataratas do Iguaçu para a eleição das novas 7 maravilhas das Natureza!

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em