Garanhuns/PE diversifica turismo e recebe R$ 5,87 milhões para infraestrutura

Em visita à cidade, ministro Barretto autorizou repasse de recursos para melhorias em pavimentação e revitalização urbana

  
  
Santuário Mãe Rainha, em Garanhuns

Do litoral ao sertão, Pernambuco é um inventário de turismo a céu aberto. Em visita a Garanhuns (PE) na tarde desta última quarta-feira (29), o ministro do Turismo, Luiz Barretto, defendeu junto aos 25 prefeitos da Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional (Codean) a concentração de investimentos dos governos para o interior do estado. A medida visa fortalecer a regionalização do setor, uma das diretrizes do Plano Nacional de Turismo 2007-2010, e ampliar as perspectivas de diversificação das fontes de emprego e renda dos municípios do semi-árido nordestino.

De acordo com Barretto, as praias pernambucanas são destinos reconhecidos nacional e internacionalmente, mas desta vez, “o esforço é para consolidar e tornar referência os atrativos de cidades interioranas em desenvolvimento e com vocação para o turismo”. Na ocasião, o ministro formalizou o apoio da Pasta a quatro projetos estruturantes em Garanhuns, destinando R$ 5,87 milhões para pavimentação asfáltica em diversas vias municipais e reforma da Praça Irmão Miranda. “O Nordeste cresceu o dobro da média brasileira nos últimos anos, e nosso objetivo é contribuir para promover esse índice desenvolvimento nas microrregiões, por meio de ações que favoreçam a inclusão social e ajudem a diminuir as diferenças regionais”, esclareceu.

A parceria do Ministério do Turismo com Garanhuns foi celebrada pelo prefeito Luiz Carlos de Oliveira. “Este é o início da concretização de um antigo sonho da população, de fazer do turismo a principal base do crescimento municipal e de ampliar a participação das atividades ligadas ao setor na movimentação financeira da cidade”, afirmou. Oliveira lembrou, ainda, que a Administração trabalha com diversos projetos para induzir o aumento do fluxo turístico na região – um deles é o Festival de Inverno de Garanhuns, que reuniu 500 mil pessoas em 10 dias de festa, ampliando as possibilidades de crescimento do setor. “O Festival inclui a cidade no calendário e no circuito das maiores festas populares e de turismo do Brasil”, definiu.

O mapa do turismo pernambucano vem se solidificando e ampliando desde que o setor se organizou “sobre a multiplicidade de referências que congrega”, segundo avaliação do Secretário de Turismo do Estado de Pernambuco, Sílvio Costa Filho. “Pernambuco não é só praia. É o nosso clima, nossa gastronomia, artesanato, música, nossas paisagens e nossas manifestações populares. Foi para ressaltar essa diversidade que criamos o projeto Pernambuco conhece Pernambuco”, explicou. O programa foi lançado pelo governo do estado em 2008, em espelho à campanha nacional elaborada pelo Ministério do Turismo, “Se Você É Brasileiro, Está na Hora de Conhecer o Brasil”. Atualmente contempla 72 cidades em todo o território estadual, com a proposta de incentivar as viagens intermunicipais por meio da formatação de roteiros focados em diferentes segmentos do turismo - religioso, histórico e cultural estão entre os temas já contemplados. O projeto também estimula a formação de redes de cooperação no setor.

CONHECENDO A CIDADE

O ministro Luiz Barretto fez um rápido “tour” pela cidade. Ele conheceu o Relógio das Flores, construído para firmar semelhança entre a “Suíça Pernabucana”, Garanhuns, e a cidade de Genebra, na Suíça, centro-oeste europeu, onde está localizado o famoso Flower Clock. Com 4 metros de diâmetro e totalmente esculpido em flores e plantas, o relógio garanhuense foi criado em 1979 e está localizado na Praça Tavares Correia.

As afinidades entre o país suíço e a “suíça pernambucana” incluem também o clima ameno que caracteriza a cidade encravada entre sete colinas. No topo de uma delas, está localizado o Santuário Mãe Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt, ponto turístico também visitado pelo ministro Barretto. O templo de oração e fé é uma réplica fiel do santuário de Schoenstatt, na Alemanha, e constitui peça importante dos roteiros de turismo religioso da porção agreste pernambucana.

Para além do clima e do turismo, a cidade é nacionalmente conhecida por ser a terra natal do presidente Lula. Luiz Inácio Lula da Silva nasceu em Caetés no ano de 1945, à época ainda distrito de Garanhuns.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em

M.L

M.L

26/09/2009 22:52:42
Eu acho legal pois os turistas vão conhecer e vão ver que o Brasil tem suas vantagens.