Governo do Estado do Espírito Santo incentiva turismo interno

O Governo do Estado começou a divulgar neste mês a campanha “Capixaba, descubra o Espírito Santo”, que tem por objetivo incentivar o turismo interno.

  
  

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), começou a divulgar neste mês a campanha “Capixaba, descubra o Espírito Santo”, que tem por objetivo incentivar o turismo interno.

A campanha está sendo veiculada nas principais emissoras de televisão do Estado, por meio de um vídeo de 60 segundos de duração, onde são exaltadas as belezas do Espírito Santo, suas tradições e cultura. Está sendo exibida também em salas dos principais cinemas da Região Metropolitana da Grande Vitória.

A promoção local foi inspirada em uma campanha do Ministério do Turismo, lançada em novembro de 2008, com o objetivo de incentivar o turismo interno, e foi especialmente desenvolvida devido à crise econômica mundial.

“Nós capixabas precisamos descobrir as belezas do Espírito Santo. Temos praias maravilhosas, montanhas, culturas, tradições, uma culinária diversificada e boas surpresas em cada canto do Estado. Conhecer o Espírito Santo só aumenta a nossa autoestima e o orgulho de ser capixaba”, diz o secretário de Turismo, Marcus Vicente, que teve participação efetiva na criação da campanha, um trabalho desenvolvido pela gerência de Marketing da Setur, e finalizado pela agência Contemporânea.

Rotas

As belezas Naturais do Espírito Santo

O turismo no Espírito Santo é dividido em oito rotas: Rota do Mar e das Montanhas, Rota do Sol e da Moqueca, Rota do Verde e das Águas, Rota dos Vales e do Café, Rota da Costa e da Imigração, Rota Caminhos do Imigrante, Rota do Caparaó e Rota do Mármore e do Granito.

Lindas praias, tradições religiosas e folclóricas e uma gastronomia única fazem da Rota do Sol e da Moqueca, uma das mais conhecidas e procuradas do Espírito Santo. Formada pelos municípios de Serra, Vitória, Vila Velha, Guarapari e Anchieta, reúne características ideais para quem aprecia turismo náutico, religioso e histórico. Além, é claro, de frutos do mar.

A combinação harmoniosa entre o mar e a montanha faz do Estado um local privilegiado e é o principal destaque da Rota do Mar e das Montanhas, composta pelos municípios de Vitória, Viana, Domingos Martins, Marechal Floriano e Venda Nova do Imigrante, ricos em tradições culturais. O Parque Estadual de Pedra Azul é uma das principais atrações da região.

As belezas naturais do litoral norte são destaques na Rota do Verde e das Águas. Nela, os municípios de Vitória, Aracruz, Linhares, São Mateus e Conceição da Barra reúnem praias desertas, reservas ecológicas, lagoas e muita história. O roteiro é ideal para quem quer entrar em contato com a natureza e relaxar.

Cafeicultura

As construções históricas, as tradições dos imigrantes e a influência da cafeicultura são os destaques da Rota dos Vales e do Café. Situada no Sul do Estado, é composta pelos municípios de Vargem Alta, Cachoeiro de Itapemirim, Muqui, Mimoso do Sul e Marataízes. Seus atrativos naturais favorecem a prática de esportes radicais.

A Rota da Costa e da Imigração promove um resgate histórico da ação dos imigrantes alemães e italianos na formação dos municípios de Anchieta, Alfredo Chaves, Iconha, Piúma, Itapemirim, Marataízes e Presidente Kennedy. Das heranças do passado, além de muitas tradições, a culinária continua bem atual. A prática de voo livre e de parapente é destaque na região.

A diversidade cultural é uma das marcas da Rota Caminhos do Imigrante, formada por Cariacica, Itarana, Santa Teresa, Fundão, Itaguaçu, Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina e São Roque do Canaã. É possível ver como a ação conjunta dos colonos contribuiu para a criação e o desenvolvimento de municípios cheios de história para contar.

Ideal para a prática do turismo de aventura e do agroturismo, a Rota do Caparaó é formada pelos municípios que se desenvolveram no entorno do Parque Nacional do Caparaó: Jerônimo Monteiro Alegre, Guaçuí, São José do Calçado, Dores do Rio Preto, Divino de São Lourenço, Ibitirama, Irupi, Muniz Freire e Ibatiba. Conta ainda com parte da Serra do Mar e da Mantiqueira, o Pico da Bandeira e o Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação/Setur
Andressa Moreno
27- 3224-6072 / 9802-5542
imprensa@turismo.es.gov.br

Fonte: Secretaria de Turismo do Estado do Espírito Santo

  
  

Publicado por em

Simone de Mattos Teixeira

Simone de Mattos Teixeira

02/06/2010 16:03:02
Acho que o que falta no turismo do ES é se preparar para ele, não só em capacitação mas também urbanização, principalmente nas nossas praias. É vergonhoso a sujeira, a falta de bons quiosques (em todas as praias do estado), como os de Copacabana (Rio de Janeiro) por exemplo, que são de vidro, não atrapalham a vista da praia, os banheiro são subterrâneos e limpos.