Informação em mãos

Livro de bolso auxilia profissionais de Vitória (ES) na hora de prestar informação ao turista

  
  

Com informação em mãos, fica bem mais fácil oferecer serviço de qualidade ao turista. Em Vitória (ES), os profissionais da área do turismo carregam no bolso informações sobre história da cidade, atrativos turísticos, mapas com localização, distância e tempo médio de percurso, e, para melhor se comunicar, levam dicas de inglês com tradução e pronúncia.

As informações fazem parte do Manual para Atendimento ao Turista, livro de bolso para consulta rápida em várias situações do dia-a-dia dos profissionais. A iniciativa da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) de Vitória foi premiada pelo Ministério do Turismo (MTur), entre as capitais brasileiras, na categoria Serviços e Equipamentos Turísticos.

“O Manual é como ter a facilidade da internet em mãos. É fantástico! Para nós que trabalhamos com turismo, ter informação disponível nos ajuda na hora do branco, quando esquecemos alguma coisa. A consulta é fácil”, ressalta a guia de turismo, Marinete Diniz. Há três anos na profissão, Diniz utiliza o guia não só no dia-a-dia, mas também como fonte de informação para treinamentos ministrados aos taxistas locais e para os cursos do Senac. “É uma pena a iniciativa não ser estendida a todo o estado”, finaliza.

O Manual funciona como ferramenta complementar às ações de qualificação promovidas pela Semtur. “A idéia surgiu para disponibilizar aos profissionais, que prestam atendimento aos turistas, um material capaz de conter a maior parte das principais informações solicitadas pelos visitantes. Os profissionais aprovaram a iniciativa e a qualidade das informações disponibilizadas e estão indicando o Manual aos colegas”, explica o secretário de Turismo de Vitória, Antônio Bispo.

Entre os profissionais beneficiados pela ação destacam-se: guardas municipais, salva-vidas, garçons, atendentes dos postos de informações turísticas, monitores de atrativos turísticos, guias de turismo, frentistas, taxistas, recepcionistas de hotéis, etc. Na capital capixaba, os taxistas contam também com CD de áudio, com informações gerais sobre a cidade, produzido em sete idiomas.

O Manual traz, ainda, endereço, telefone e horário de funcionamento dos atrativos turísticos da cidade. Segundo a Semtur, o material, produzido com o apoio da Secretaria Estadual de Turismo e do Sebrae/ES, já foi distribuído para mais de dois mil profissionais. O manual já serve como base de consulta para elaboração de manuais de outros municípios. A ideia da Semtur é realizar ajustes e transformar o Manual em Guia Turístico.

Melhores Práticas
Por meio da I Chamada para a Premiação das Melhores Práticas dos 65 Destinos Indutores do Desenvolvimento Turístico Regional, o MTur premiou 27 experiências consideradas modelos para o desenvolvimento do turismo no país.

Segundo a coordenadora-geral de Regionalização do MTur, Ana Clévia Guerreiro, a premiação visa estimular os 65 destinos a cumprirem efetivamente o papel de induzir o desenvolvimento da atividade turística em suas regiões. “O objetivo é que as práticas bem sucedidas sejam multiplicadas por outros destinos turísticos brasileiros”, ressalta Guerreiro.

Os 240 projetos recebidos foram avaliados e selecionados conforme as 13 dimensões do Índice de Competitividade 2010: infraestrutura geral, acesso, serviços, equipamentos e atrativos turísticos, marketing e promoção e aspectos ambientais, sociais e culturais. As experiências premiadas foram divididas e analisadas entre capitais e não-capitais.

Além do MTur, participaram das bancas avaliadoras os ministérios da Cultura; da Integração; das Cidades; do Desenvolvimento Social e Combate à Fome; do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; e do Meio Ambiente. E, ainda, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários, a Agência Nacional de Transportes Terrestres, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária, a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, a Fundação Getulio Vargas, o Instituto de Assessoria para Desenvolvimento Humano, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, o Instituto Marca Brasil e o Serviço de apoio às Micro e Pequenas Empresas.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em