Londres 2012: Talentos paulistas na terra, na água e no ar

Já imaginou reunir atletas nascidos em cada estado brasileiro e, com eles, montar um “time” para promover as belezas do Brasil em Londres? Que tipo de atrativos eles divulgariam? Nós fizemos esse exercício!

  
  
Avenida Paulista (SP)

Centro financeiro do país, o estado de São Paulo é também um dos principais celeiros do esporte nacional e uma joia de primeiro quilate no turismo brasileiro. Em Londres, durante os Jogos Olímpicos deste ano, o estado está representado em pelo menos 14 modalidades esportivas: por terra, água e ar, atletas paulistas se revezam carregando no peito a bandeira do Brasil e a esperança de levar o país ao pódio.

Se formassem um time, os esportistas paulistas da vela, nado sincronizado, maratona aquática e natação poderiam ser garotos-propaganda do Circuito das Águas Paulistas e do litoral do estado: Adriana Kostiw, Bruno Prada, Jorge Zarif e Robert Scheidt (vela); Nayara Figueira (nado sincronizado); Poliana Okimoto (maratona aquática); César Cielo e Fabíola Molina (natação). Entre as principais atrações turísticas dessas regiões estão roteiros em estâncias hidrominerais que oferecem banhos de imersão com sais e ducha escocesa, visitas a reservas naturais e atividades de ecoturismo em rios e cursos d’água – como o bóia-cross e a canoagem, além de passeios em cachoeiras e marés perfeitas para a prática de surf e outros esportes sobre as ondas.
Por outro ângulo.

Olhando de cima, São Paulo é um verdadeiro mosaico cosmopolita. Mas quem anima subir às nuvens para admirar esse caldeirão de cultura, história e gente? Um passeio de helicóptero, uma escalada nas montanhas da Serra da Mantiqueira, um voo de parapente? Quem toparia essa aventura? O lema pode ser promovido por atletas paulistas que “domam” qualquer altura com muita ousadia e equilíbrio: Daniele e Diego Hypólito (ginástica olímpica) e Fabiana Murer e Mauren Maggi (salto).

Enquanto isso, os judocas Felipe Kitadai, Maria Altheman, Leandro Guilheiro e Tiago Camilo, a boxeadora Roseli Feitosa, Diogo Silva (taekwondo) e o esgrimista Renzo Agresta apostariam no que sabem fazer muito bem: “defender” cidades que oferecem atividades “desafiadoras”. O município paulista de Socorro é um exemplo: eleito pelo Ministério do Turismo destino-referência em Aventura Especial, é um dos roteiros mais procurados do país por portadores de deficiências físicas que são adeptos dos esportes de aventura. A explicação está nos números: a cidade possui pelo menos 25 modalidades esportivas completamente adaptadas para atender a esse público.

A “seleção paulista” em Londres conta ainda com a ala do tênis de mesa – Caroline Kumahara, Gustavo Tsuboi e Hugo Hoyama – , Fernando Reis (levantamento de peso) e as meninas do futebol: Thaisinha, Rosana Augusto, Francielle, Ester Aparecida, Erika Cristiano, Cristiane e Aline Pellegrino. Pelo chão, pelos ares, dentro d’água, com bola ou sem, esse time é um verdadeiro espetáculo de superação! São Paulo, com seus 645 municípios, também tem roteiros assim: show de bola, nos gramados, nas quadras, nas pistas, no turismo... show em tudo!

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em