Marca Brasil compõe série de selos dos Correios

Os Correios lançaram na terça-feira (17/7), no Rio de Janeiro (RJ), a série de selos "Transportes Ferroviários", composta por imagens da locomotiva “Baroneza”, do “Bonde de Santa Teresa” e do &

  
  

Os Correios lançaram na terça-feira (17/7), no Rio de Janeiro (RJ), a série de selos "Transportes Ferroviários", composta por imagens da locomotiva “Baroneza”, do “Bonde de Santa Teresa” e do “Metrô do Rio de Janeiro”. A novidade está na inserção da Marca Brasil, identidade turística internacional do Brasil, criada pelo Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), nos 2.520.000 selos (840.000 de cada transporte ferroviário) desta série. O objetivo é associar esses transportes aos aspectos turísticos da cidade do Rio de Janeiro e do País.

A idéia principal é aliar a cultura e os atrativos turísticos para divulgar e promover a Marca Brasil. “Nossa intenção é promover a marca no Brasil. O brasileiro precisa conhecer e comprar esta idéia para que o símbolo possa se fortalecer no País e também no exterior”, afirma Romualdo Lopes, gerente de Marketing da Embratur. Ele também adianta que o Instituto pretende lançar novos selos em parceria com os Correios.

A Marca Brasil representa a imagem do turismo do País e de seus principais atributos de exportação no exterior. Lançada em fevereiro de 2005, vem sendo adotada por diversas empresas exportadoras de produtos e serviços tipicamente brasileiros. O símbolo transmite conceitos de brasilidade como alegria, sinuosidade, luminosidade e modernidade e é utilizada pela Embratur em todos os seus programas de promoção, marketing e apoio à comercialização do destino Brasil no mercado internacional.

O Diretor de Estudos e Pesquisas da Embratur, José Francisco de Salles Lopes, é um dos convidados dos Correios na cerimônia de lançamento e fará a obliteração dos selos, como representante do Instituto.

Selos "Transportes Ferroviários":

Uma das imagens utilizadas para compor a série é a da locomotiva “Baroneza”, transformada em monumento cultural pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), e a primeira a circular no País, em 1854.

A locomotiva foi batizada pelo imperador D. Pedro II, em homenagem à Dona Maria Joaquina, esposa do Barão de Mauá, patrono do Ministério dos Transportes. A Baroneza é um dos dois exemplares ainda existentes no mundo, um no Brasil e outro na Inglaterra.

Outro selo presente na série homenageia o “Bonde de Santa Teresa”. A partir de 1968, os bondes do Rio de Janeiro passaram a circular apenas no Bairro de Santa Teresa, que ainda mantém o aspecto do Rio Antigo, fato que dá a esse bairro um ar acolhedor e nostálgico, muito apreciado pelos turistas.

O terceiro selo retrata o “Metrô do Rio de Janeiro”, devido à importância para o desenvolvimento da cidade. O metrô busca oferecer conforto, segurança e rapidez aos usuários, especialmente em datas especiais como o Carnaval, Reveillon e acontecimentos desportivos marcantes como os Jogos Pan-americano Rio 2007.

Fonte: Embratur

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em