Marchinha do xixi pede carnaval sem sujeira

Devemos falar sobre algo que me incomoda terrivelmente e principalmente encontramos (lamentavelmente) nesta época do ano nas ruas do Rio de Janeiro: a quantidade de foliões que cismam de fazer nossas ruas de banheiro público

  
  
#MijãoNÃO

Com a proximidade do carnaval e com os blocos saindo a todo vapor pela cidade é muito fácil se divertir com um gasto ainda menor, já que a cidade fica visivelmente mais cara neste período e uma simples água de coco pode chegar a custar absurdos R$7,00, isso sem falar em outras bebidas e lanchinhos… mas este não é o foco aqui. Devemos falar sobre algo que me incomoda terrivelmente e principalmente encontramos (lamentavelmente) nesta época do ano nas ruas do Rio de Janeiro: a quantidade de foliões mijões que cismam de fazer nossas ruas de banheiro público.

Algumas ações publicitárias estão sendo feitas para tentar impedir ou coibir os mijões, mas nunca é demais lembrar que nós não queremos saber de turistas porcos em nossa cidade. Ôpa, como assim turistas porcos?? E os moradores?? Pois é minha gente, o número de habitantes mijões da cidade diminuiu enquanto o número de mijões turistas aumentou, você sabia? Agora pense, o sujeito sai de lá da cidade dele, onde muitas vezes ele não tem este hábito e vem para esta cidade para fazer de banheiro público?? Ahhh, fala sério né?? Aqui não, violão!! Educação e bom senso nunca é demais e vale para qualquer um, habitante ou turista.

O número de banheiros públicos ainda deixa um pouco a desejar e o estado de conservação deles nem sempre é o melhor, mas quem é viajado, sabe que pelo mundo tem muito lugar ainda pior em eventos infinitamente menores e o povo tem a educação e segura a onda. O problema é que muita gente só sabe reclamar para justificar a falta de educação e nem se esforça para fazer sua parte… Alguns festivais de música na Europa, por exemplo, tem um volume inferior de banheiros que me parece ser mal calculado para o público recebido e nem assim nós vemos tanta gente mal educada junta. Porque no Rio pode? Não pode não. Portanto meu recado é simples: segura o xixi para o banheiro que é o devido lugar para fazer, e não nossos muros e portões.

‘Marchinha do Xixi’ pede desfile de blocos sem xixi na rua
O compositor João Roberto Kelly criou a ‘Marcha do Xixi’ que está sendo utilizada em campanha contra mijões;
“Tá com vontade de fazer xixi?
Não faz aqui-i
Não faz aqui-i
Nosso bloco a gente vê
É cheiroso, é maneiro
Tô falando pra você:
— Lugar de mijão é no banheiro”

Fonte: Embarque na Viagem

  
  

Publicado por em

Vera

Vera

11/02/2013 09:48:20
Isso não só acontece durante o carnaval é o ano inteiro. No Rio de Janeiro, seja no centro, zona norte, em fim virou um mijódromo! O povo paga os impostos e eles mesmos, destroem os seus patrimônios. Isso é uma questão social e de educação!