Minas Gerais apresenta o seu potêncial de negócios para fornecedores da Industria Química e Petroquímica

A Feira Química & Petroquímica é voltada exclusivamente para os fornecedores e toda a cadeia da indústria química e petroquímica

  
  

Com o objetivo de aumentar a competitividade de Minas Gerais no segmento do Turismo de Negócios e Eventos, a Secretaria de Estado de Turismo participa da Feira Internacional dos Fornecedores da Indústria Química e Petroquímica. O evento começa hoje (21) e segue até o dia 24 de junho e acontece no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. A participação na feira é uma das ações do programa Turismo de Negócios e Eventos, que está inserido no Projeto Estruturador Destinos Turísticos Estratégicos.

Com um estande de 100m², a Setur/MG, vai divulgar o Espaço Minas e as potencialidades do Turismo de Negócios e Eventos, além de apresentar sua vocação para este segmento do turismo. A iniciativa visa incentivar a comercialização dos produtos turísticos mineiros, ligados a este segmento econômico no principal mercado emissor nacional, que é São Paulo.

A secretária de Estado de Turismo, Érica Drumond, afirma que “o foco é promover o Turismo de Negócios no trade paulista, que é de grade importância mercadológica, além de fomentar no setor o desejo para visitar e comercializar nosso Estado”, explica.

A participação no evento permite fomentar o desenvolvimento de outros setores econômicos mineiros. Durante os quatro dias, haverá busca de novas parcerias, estreitamento de relacionamentos com importantes investidores e compradores do Turismo de Negócios e captação de eventos, feiras e congressos para Minas Gerais.

A Feira Química & Petroquímica é voltada exclusivamente para os fornecedores e toda a cadeia da indústria química e petroquímica. De acordo com a organização, o evento vai reunir cerca de 180 expositores de 15 países e 12 mil compradores em uma área total de exposição de 11 mil m².

Indústria Química e Petroquímica

A indústria química fornece matéria-prima e é considerada a base do desenvolvimento tecnológico. Da siderurgia à indústria da informática, das artes à construção civil, da agricultura à indústria aeroespacial, não há área ou setor que não utilize em seus processos ou produtos algum insumo de origem química. Já a indústria petroquímica é parte da indústria química e caracteriza-se por utilizar um derivado de petróleo como matéria-prima base.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Química, o setor registrou um faturamento líquido de aproximadamente R$ 200 bilhões em 2009 e ocupa o nono lugar no ranking mundial da indústria química.

Turismo de Negócios e Eventos

Entre os programas especiais da Secretaria de Estado de Turismo, ainda de acordo com as orientações do Projeto Estruturador, está o “Minas – Um Bom Negócio” – assinado via convênio, em 2008, entre o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Governo do Estado para financiar conjunto de ações com o objetivo de aumentar a competitividade de Belo Horizonte como destino para o turismo de negócios e eventos nos próximos três anos. O aporte de recursos para o programa é de US$ 5,6 milhões e tem o Instituto Euvaldo Lodi como coordenador e executor. Dentre as ações foi formatada uma metodologia de trabalho em rede voltada para todas as entidades da cadeia produtiva do turismo na capital mineira. O foco é a construção de uma agenda compartilhada para captação de grandes eventos para Belo Horizonte.

Fonte: Governo do Estado de Minas Gerais

  
  

Publicado por em