Governo criará PAC do Turismo

O Ministro do Turismo revelou que a presidente Dilma autorizou a elaboração do Programa de Aceleração do Crescimento do Turismo

  
  
O momento do turismo brasileiro já é positivo; novembro já registra recordes com relação ao ano de 2010: 72 milhões de desembarques domésticos, 8 milhões de desembarques internacionais e receita cambial chegando a US$ 6 bilhões

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, participou da abertura da conferência internacional Turismo: desenvolvimento, inclusão social e integração regional ao lado do secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Taleb Rifai, do governador do Ceará, Cid Gomes, do secretário Estadual de Turismo do Ceará, Bismarck Maia, e do representante do Banco Interamericano (BID) no Brasil, Fernando Florez. O ministro destacou o momento positivo do turismo brasileiro e o fato de novembro já registrar recordes com relação ao ano de 2010: 72 milhões de desembarques domésticos, 8 milhões de desembarques internacionais e receita cambial chegando a US$ 6 bilhões, ou seja, US$ 100 mil a mais do que em 2010, "Temos a missão de colocar na pauta econômica do país o turismo como importante ferramenta de geração de emprego, inclusão social e superação da crise internacional", declarou Vieira.

Ele também adiantou que, em conversa com a presidenta Dilma Rousseff, foi autorizado a elaborar o Programa de Aceleração do Turismo, o que permitirá importante integração com outras pastas como a do Meio Ambiente e a dos Transportes. Em seguida, tratou da abertura do Sistema de Convênio (Siconv) para a inserção de propostas de projetos estruturantes dos 65 destinos indutores de desenvolvimento regional, os quais poderão ser financiados pelo ministério. "Poderemos financiar também projetos de estudo de impacto ambiental", adiantou Vieira.

Sobre a importância do turismo no combate à pobreza, ele citou trabalho recente na Rocinha, coordenado pela assessora especial do MTur Suzana Dieckmann, que vai preparar 84 jovens para atuar na cadeia turística, por exemplo, como guias. Também deverão receber noções de inglês e espanhol. A ação pode futuramente estender-se a outras comunidades brasileiras, bem como a outras áreas pacificadas do Rio de Janeiro.

OMT - O secretário-geral da OMT, Taleb Rifai, enfatizou que o mundo passa a olhar diferente para as Américas, em específico para a América do Sul, e para países da Ásia. Citou o desenvolvimento que o Brasil tem apresentado no turismo e alertou para a importância de conscientização com relação ao papel do setor na inclusão social e na construção de um futuro sustentável. Para Rifai, o turismo de um país só ganha importância quando seus cidadãos têm a oportunidade de conhecer e usufruir o que o seu país tem de melhor.

O secretário de Turismo do Ceará, Bismarck Maia, ressaltou que o seminário internacional, em parceria com a OMT e o BID, tem o objetivo de inspirar todos os participantes com casos de sucesso que serão apresentados, a gerar oportunidades de negócios e fomentar o setor. “O turismo se faz com grandes investimentos, públicos, privados, investimentos em promoção de destinos, mas, sobretudo, com um planejamento eficiente”, ensinou. Depois do discurso de abertura do evento, ele apresentou o projeto do Aquário do Ceará, que, de acordo com o governador Cid Gomes, deverá estar pronto no final de 2013. Clique aqui para ver a projeção virtual do aquário.

Em seguida, o representante do BID Fernando Florez ressaltou que o banco entende o turismo como fator de equidade, igualdade e inclusão social. “O turismo é fator-chave no combate à pobreza. É um setor que demanda muita mão-de-obra, impulsiona o aparecimento de micro, pequenas e médias empresas. É um fator de integração regional”, afirmou. O presidente do BID, Luis Alberto Moreno, não pode comparecer ao evento, mas gravou mensagem de vídeo onde, além de citar dados positivos do turismo para os próximos anos, lembrou a importância da nova classe média brasileira.

Em discurso, o ministro Gastão Vieira reforçou o esforço para a modernização da estrutura do MTur para atender às novas demandas da sociedade. "Estamos modernizando o Ministério do Turismo para criar políticas públicas de maneira a atender, da melhor maneira, as necessidades desta nova classe média".

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em