Na CAIXA, o Setor de Turismo tem linha de crédito para capital de giro

A linha de crédito é um aporte complementar que estimula também a geração de empregos no setor, juntamente com a linha de financiamento para a compra de pacotes de viagens.

  
  

O Giro Setorial Turismo, como é denominada a nova linha de financiamento, foi aprovada pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (CODEFAT) e receberá R$ 200 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para atender micro, pequenas, médias e grandes empresas prestadoras de serviços turísticos.

A linha de crédito é um aporte complementar que estimula também a geração de empregos no setor, juntamente com o recém-lançado Crediário Caixa Fácil para o Turismo, linha de financiamento para a compra de pacotes de viagens”.

Cadastro - Para ter direito aos recursos do FAT, as empresas deverão estar cadastradas no Ministério do Turismo e poderão obter empréstimos de até R$ 5 milhões, a serem pagos no prazo máximo de três anos, com carência até 18 meses. O objetivo é pulverizar os recursos e atender o maior número de empresas visando a estimular o setor e manter a geração de emprego e renda proporcionada pelo turismo.

O Giro Setorial Turismo terá taxas de juros pós-fixada de até 2,8% + TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo). As empresas farão sua adesão à linha de crédito, comprometendo-se a gerar ou manter empregos.

O cadastro é feito on-line no site www.cadastur.turismo.gov.br. O Cadastur é um sistema eletrônico do Ministério do Turismo utilizado para cadastramento de prestadores de serviços turísticos e guias de turismo no país.

Fonte: Secretaria de Turismo de Alagoas

  
  

Publicado por em