Percurso da tocha Pan-americana prioriza destinos turísticos brasileiros

Aproveitar o envolvimento da população em torno dos Jogos Pan-americanos e a visibilidade do evento para promover internacionalmente alguns dos principais destinos turísticos brasileiros. Com este objetivo, o Ministério

  
  

Aproveitar o envolvimento da população em torno dos Jogos Pan-americanos e a visibilidade do evento para promover internacionalmente alguns dos principais destinos turísticos brasileiros. Com este objetivo, o Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), indicou uma série de municípios para compor o roteiro da Tocha Pan-americana, que percorre todas as regiões do Brasil e chega ao Rio de Janeiro (RJ) no próximo dia 13 de julho - data da abertura dos Jogos.

Ouro Preto (MG), Búzios (RJ), Balneário Camboriú (SC), Blumenau (SC), Foz do Iguaçu (PR), Paraty (RJ), Fernando de Noronha (PE), Canindé de São Francisco (SE) e Olinda (PE) são alguns dos destinos que fazem parte do Plano Aquarela – Marketing Turístico Internacional do Brasil – e que foram incluídos no percurso da Tocha Pan-americana, que contempla ao todo 51 cidades (todas as capitais brasileiras e cidades com atrações naturais, turísticas, culturais e históricas).

Para a indicação das cidades, o Ministério do Turismo, por meio da Embratur, fez o levantamento dos municípios com potencial turístico que poderiam ser incluídos no roteiro, levando em consideração toda a complexa estrutura operacional que envolve o revezamento da Tocha Pan-americana pelo território brasileiro.

Outro critério técnico adotado para a escolha dos municípios que compõem o roteiro da Tocha foi a sua participação em um dos cinco segmentos turísticos prioritários definidos pelo Plano Aquarela: Sol e Praia, Ecoturismo, Negócios e Eventos, Esportes e Cultura.

Com o revezamento, povos de todos os países das Américas voltam os seus olhos para o nosso país para acompanhar este ritual de confraternização – o que torna a passagem da Tocha oportunidade única para divulgar as nossas belezas naturais e a diversidade de nossa cultura, além de mostrar para outras nações a simpatia e alegria do povo brasileiro.

Mercados prioritários

A passagem da Tocha nos municípios turísticos indicados pela Embratur ganha ainda mais importância no momento em que o Plano Aquarela entra na sua segunda fase. Nela, são definidas as estratégias de promoção turística do país até 2010 em países considerados mercados prioritários na emissão de turistas para o Brasil - levando em consideração fatores como acessibilidade aérea, oferta turística brasileira no país, divulgação já existente de produtos brasileiros e potencial de incremento da demanda de visitantes, entre outros motivos.

O Plano aponta 25 países, divididos em quatro categorias, sendo que nove são países das Américas (Estados Unidos, Argentina, Chile, Canadá, Uruguai, Paraguai, México, Peru e Colômbia). Todos eles são importantes emissores de turistas para o Brasil ou têm grande potencial de crescimento no envio de visitantes para o País e, portanto, receberão ações promocionais de acordo com as especificidades de cada mercado.

Eventos esportivos

Com os Jogos Pan-americanos, o Brasil se fortalece como destino internacional para realização de eventos esportivos de grande porte. Além de sediar o Pan, a cidade do Rio de Janeiro receberá os Jogos Mundiais Militares em 2011 e é candidata aos Jogos Olímpicos de 2016. Com a escolha do Brasil como sede da Copa do Mundo em 2014, várias cidades do país serão capacitadas para receber novos eventos esportivos, impulsionando toda a cadeia produtiva do turismo.

A vocação do Brasil como destino de eventos e negócios foi confirmada pelo ranking da ICCA (International Congress & Convention Association), a mais importante entidade internacional do segmento de eventos: o País saltou da 19ª posição (2003) para a 7ª posição (2006) entre os destinos que mais recebem eventos no mundo – mantendo-se líder na América Latina e segundo lugar nas Américas.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em