Personagem do Turismo: tia Zélia

“Sou cheia de vida, sou amada, sei amar, gosto de dançar forró e não tenho tristeza”, ensina a empresária baiana, exemplo de sucesso

  
  

“Meu nome mesmo é Maria de Jesus Oliveira da Costa”, mas pode me chamar de Tia Zélia. Aos 58 anos, esta baiana arretada, a simpatia em pessoa, ‘por demais trabalhadeira’, é empresária do ramo de alimentação, que hoje representa 40% dos empreendimentos ligados ao setor de turismo. Tia Zélia é um exemplo de que é possível vencer na vida a partir de muito trabalho e perseverança.

Ela foi um dos destaques do evento FuTURo – cuidando do turismo do Brasil, realizado na última terça-feira (13), no Teatro Nacional de Brasília. Durante o encontro, voltado a todos os servidores do Ministério do Turismo, foi apresentado o planejamento da pasta para os próximos anos. A abertura foi feita pela Orquestra Sinfônica de Brasília, regida pelo maestro Claudio Cohen.

A baiana de Fazenda do Espinho, no Sul do estado, chegou à Brasília em um pau-de-arara, buscando trabalho. Fez “de um tudo” na vida: foi doméstica, engraxate, vendedora de cosméticos, peixes e mel. Montou uma cozinha para atender aos trabalhadores de uma obra na Vila Planalto. Agora, comanda uma equipe de dez pessoas em seu restaurante, inaugurado em 1997.

O tempero da “comida que mãe faz pra filho” fisgou pela boca os brasilienses e sua fama chegou à nata da política brasileira. Prova da reverência e respeito é o registro de duas visitas do Presidente Lula ao restaurante, à noite, sem alarde, para jantar com a equipe do Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente, bem próxima ao Restaurante da Tia Zélia. O freguês Lula tornou-se um amigo enquanto morou em Brasília e encomendava regularmente a buchada de bode da Tia Zélia.

Sob o slogan ‘Tristeza não paga dívida’, a baiana recebe diariamente de braços abertos sua família: “Família que eu falo é cada um que entra e cada um que sai”, diz a cozinheira de mão cheia e coração grande.

Saiba mais sobre a Tia Zélia no vídeo apresentado no evento FuTURo realizado pelo Ministério do Turismo, clique aqui.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em