Pesquisa irá traçar radiografia do setor turístico nacional

A previsão é que o resultado do estudo, que será realizado em âmbito nacional com ampla participação dos gestores de agências de viagens associadas à Abav, seja apresentando em maio de 2011

  
  

Com o objetivo de apresentar um diagnóstico completo do mercado turístico em todo o Brasil, a Abav e o Sebrae Nacional fecharam uma parceria com a Fundação Getúlio Vargas para a criação do estudo “Matriz de Competitividade para o Setor de Agenciamento de Viagens”. O anúncio foi feito na manhã de hoje, durante videoconferência realizada na sede do Sebrae/RJ e transmitida para todos estados brasileiros através das sedes dos Sebrae’s Estaduais.

A pesquisa, uma iniciativa do PROAGÊNCIA II, visa analisar os fatores críticos de competitividade ao levantar informações diversas, tais como: receita anual das Agências de Viagens, lucratividade, tempo de atuação, grau de terceirização dos serviços, número de dirigentes, segmento de atuação, distribuição dos clientes segundo a classe econômica, entre outros.

“Os dados serão uma importante ferramenta de apoio ao setor, já que refletirá a realidade do mercado, destacando suas principais deficiências e oportunidades”, ressaltou o presidente da Abav Nacional, Carlos Alberto Amorim Ferreira.

“A matriz de competitividade servirá ainda como uma ferramenta de apoio à gestão das empresas, contribuindo para que elas possam avaliar o seu desempenho comercial com base em indicadores reais do mercado”, complementou o diretor do ICCABAV/PROAGÊNCIA, Antonio Azevedo.

A previsão é que o resultado do estudo, que será realizado em âmbito nacional com ampla participação dos gestores de agências de viagens associadas à Abav, seja apresentando em maio de 2011.

Neste processo, serão levantadas também as informações disponíveis no Sistema de Cadastro dos Empreendimentos, Equipamentos e Profissionais da Área de Turismo do Ministério do Turismo (CADASTUR) referentes ao setor de agenciamento e operações turísticas, com o objetivo de identificar os diferentes perfis com base em suas características socioeconômicas.

Fonte: ABAV Nacional

  
  

Publicado por em