Piauí: delta, sertão, praia e sítios arqueológicos

O estado tem a única capital nordestina que não fica à beira mar e também o menor litoral do país.

  
  

O Piauí está em contagem regressiva para sediar o revezamento da Tocha Olímpica que pernoitará nas cidades de Parnaíba e Teresina nos dias 9 e 10 de junho.

O calor, característico da região, será ainda mais propício para aquecer a chama da tocha que também passará por quatro destinos piauienses: Piracuruca, onde fica o Parque Nacional das Sete Cidades e cujo conjunto histórico e paisagístico é tombado patrimônio nacional, Piripiri, Campo Maior e Altos.

A viagem pelo Piauí guarda muitas surpresas e curiosidades. A tocha entra em solo piauiense por Parnaíba, onde está localizado o único delta das Américas em mar aberto. O estado tem a única capital nordestina que não fica à beira mar e também o menor litoral do país.

O que não representa desvantagem, pois o pequeno trecho banhado pelo Oceano Atlântico, é farto em opções. Exemplo é o município de Luis Correia, onde os ventos fortes o transformaram em destino do kitesurfe.

O viajante explorador tem, ainda, a vantagem de admirar a céu aberto as riquezas do sertão nordestino – desde às pinturas rupestres nos sítios arqueológicos do Parque Nacional da Serra da Capivara e as esculturas em pedras do Parque Nacional das Sete Cidades aos passeios por dunas e espelhos d´agua no Delta do Rio Parnaíba.

O Piauí está também na “Rota das Emoções” – roteiro integrado no qual divide atrativos com o Ceará e o Maranhão. Parnaíba, Luis Correia, Ilha Grande, Cajueiro da Praia são os destinos de praia da cota piauiense da rota.

Mais de R$ 260 milhões para obras de infraestrutura turística foram repassados pelo Ministério do Turismo ao Piauí para auxiliar na melhoria da infraestrutura turística do estado.

Entre as principais obras estão a construção do Centro de Eventos de Teresina, a pavimentação asfáltica em Parnaíba, reforma do Centro de Artesanato de Piripiri e de Altos, entre outros. Do Piauí, a Tocha segue rumo ao destino vizinho: Tocantins.

Conheça os principais atrativos das cidades de pernoite da tocha olímpica no Piauí:

Teresina

Mesmo sendo uma cidade industrial, Teresina mantém áreas preservadas em plena região urbana, como a do Parque Ambiental Encontro dos Rios (Poti e Parnaíba), com restaurante, trilhas, mirantes e áreas para a prática de esportes aquáticos. Na ponte estaiada João Isidoro França há um mirante que dá vista para a cidade e para o rio Poti. Para conhecer o artesanato piauiense, visite o Polo Cerâmico. Não deixe de provar a Cajuína, bebida mais popular do Piauí, feita a base de caju. Mais informações em www.teresina.pi.gov.br

Parnaíba

Já pensou em viajar três estados em um roteiro só? A rota das Emoções é um roteiro em 4 x 4, que passa pelo Delta doParnaíba, por Jericoacoara e pelos Lençóis Maranhenses, com duração de vários dias. Em Parnaíba a pedida é o passeio de barco no Delta. Dá para ver o mangue, as dunas, as carnaúbas, as anhingas e mais de 70 ilhas fluviais. Uma parada interessante é na Baía do Caju. Na volta, aproveite e admire a revoada dos guarás. A lagoa do Portinho e a praia da Pedra do Sal também são boas pedidas para quem quer tomar um bom banho.

Parnaíba, Pirarucura, Piripiri, Parque Sete Cidades, Campo Maior, Altos e Teresina são as cidades e localidades piauienses incluídas no revezamento da tocha.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em