Plano Catarina promoverá o turismo o ano inteiro no Estado

Este é um investimento que Santa Catarina fará para colocar seus produtos e regiões turísticas na prateleira de consumo dos brasileiros e estrangeiros

  
  

Chias assina o plano de marketing do turismo da Espanha, o Plano Aquarela, da Embratur, o Plano Cores, do Ministério do Turismo, o Plano Maravilha, do Rio de Janeiro, assim como os planos de marketing para o turismo nos estados do Maranhão e Espírito Santo. “Este é um investimento que Santa Catarina fará para colocar seus produtos e regiões turísticas na prateleira de consumo dos brasileiros e estrangeiros”, disse o espanhol ao citar a marca do turismo espanhol como um exemplo de estratégia eficaz. Segundo Chias, a marca é hoje conhecida por 85% dos viajantes europeus. “O governo espanhol decidiu fazer esse investimento há 26 anos e hoje tem no turismo 15% do seu PIB, contribuindo fortemente com a economia do País, mesmo em períodos como esse, de crise”, argumentou o especialista ao defender a teoria de que o mercado são pessoas e que o turismo é um produto que depende da decisão de consumo das pessoas, de maneira isolada ou em grupos, referindo-se aos segmentos de turismo, uma tendência mundial do setor.

Santa Catarina é forte no Turismo de Negócios e Eventos. No Turismo Rural é referência nacional, de acordo com o Ministério do Turismo. O Turismo de Praia, Turismo de Aventura, Ecoturismo, Turismo de Inverno e outros 10 segmentos, que começaram a ser estruturados pela Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte há um ano, se encaixam dentro dos 18 segmentos elencados pelo MTur na política nacional de segmentação do turismo brasileiro. O secretário Gilmar Knaesel abriu a palestra “Por que investir no Marketing Turístico?”, de Josep Chias, no auditório da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, dizendo que Santa Catarina inaugura uma etapa decisiva para a consolidação das conquistas alcançadas nos últimos seis anos, ao contratar a consultoria para trabalhar de maneira mais profissional o turismo catarinense. “Desde o início sabíamos da importância de termos um plano estratégico para o nosso turismo, mas tivemos de esperar o momento certo. Com recursos do Funturismo, fizemos com a Santur e com o trade catarinense um trabalho em mercados estratégicos, no Brasil e no exterior, participamos dos principais eventos e feiras para promover nosso destino e fomos vitoriosos, conseguimos que Santa Catarina entrasse para a vitrine mundial desse que é um setor altamente competitivo”, afirmou Knaesel. Para o secretário, a seqüência desse trabalho vem com as táticas especializadas da consultoria para que o Estado atinja a meta de ter um turismo ativo durante todo o ano, explorando todo o seu potencial, seus produtos, sua vocação natural e seus equipamentos turísticos. O presidente da Santur, Valdir Walendowsky aproveitou a platéia lotada de empresários e representantes de entidades do setor turístico para convocar a participação de todos no processo de criação do plano de marketing turístico de Santa Catarina a ser desenvolvido pela Chias Marketing.

Fonte: Secretaria de Turismo de Santa Catarina

  
  

Publicado por em