Por um turismo real

Neste 27 de setembro, em que se comemora o Dia Mundial do Turismo, a data se reveste de uma importância ainda maior para nós

  
  

Neste 27 de setembro, em que se comemora o Dia Mundial do Turismo, a data se reveste de uma importância ainda maior para nós, que apostamos nos atrativos da nossa terra e lutamos para fazer do turismo brasileiro uma atividade cada vez mais bem estruturada e profissional. Uma ideia mais exata do vertiginoso crescimento do setor está na boa notícia anunciada pelo Banco Central: os gastos de turistas estrangeiros no Brasil cresceram 14,5% no primeiro semestre e até o final de 2010 deverão superar o recorde de 2008, se aproximando de seis bilhões de dólares.

As previsões são ainda mais animadoras quando a Infraero acena recorde histórico. Até o final deste ano serão registrados nos aeroportos brasileiros 64 milhões de desembarques nacionais. Isto é, a movimentação de passageiros em voos nacionais cresceu 30,58% em agosto, se comparado com igual período do ano passado. O crescimento da movimentação aeroportuária também foi observado no mercado internacional. O desembarque de 722.304 mil passageiros em voos internacionais no Brasil, durante o último mês, marcou um crescimento recorde de 32,52% em relação a agosto do ano passado.

A indústria de viagens e turismo no Brasil emprega hoje 10 milhões de trabalhadores em todo o País e contribui com cerca de 14% na participação do nosso Produto Interno Bruto. Em faturamento fica abaixo apenas dos setores de minérios de ferro (R$ 16,5 bilhões), petróleo bruto (R$ 13,6 bi), soja em grãos (R$ 8 bi), e carne de frango (5,8 bi).

Quando assumi a presidência da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado declarei de imediato a minha convicção de que o progresso desse setor poderia ser um caminho rápido para amenizar vários dos problemas econômicos e sociais brasileiros. Esses números, e o aperfeiçoamento cada vez maior por parte do Ministério do Turismo e das organizações da sociedade civil que atuam na área, são essenciais para que outros setores da sociedade brasileira, inclusive nossa classe política, se sensibilizem com esse enorme potencial que temos a explorar.

Fonte: NEUTO DE CONTO
Senador e Presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo

  
  

Publicado por em