Prefeitura de Balneário Camboriú ampara turistas chilenos

Cerca de 1700 chilenos estão em Balneário Camboriú em vôos fretados e estão com seus pacotes vencidos nos hotéis.

  
  
Ademar Schnaider, diretor da Secretaria de Turismo, major Emerson Emerin, da Defesa Civil estadual, e prefeito Edson Piriquito

O prefeito Edson Piriquito determinou, na noite deste domingo (28), que a Prefeitura ampare os turistas chilenos que estão no município e não conseguem retornar ao país por causa do terremoto. Cerca de 1700 chilenos estão em Balneário Camboriú em vôos fretados e estão com seus pacotes vencidos nos hotéis.

Baseado no artigo 178, combinado com o artigo 183 da Lei Orgânica Municipal, o prefeito decretou Estado de Vulnerabilidade Temporária, visando garantir a integridade desses turistas.

Na tarde de domingo, o prefeito entrou em contato com o governador Luiz Henrique da Silveira pedindo apoio. Ainda na tarde de domingo, técnicos da Defesa Civil chegaram ao município para auxiliar a administração municipal. Por determinação do prefeito, os turistas estão sendo encaminhados a outros hotéis que possuem vagas até que os aeroportos no Chile voltem a operar.

“No momento que fomos informados do problema já colocamos a nossa equipe para trabalhar, criando um comitê de crise e buscamos uma solução com o Governo do Estado”, informou o prefeito, acrescentando que a Defesa Civil está apoiando o município para encontrar uma forma de repassar recursos do Fundo Estadual de Defesa Civil e auxiliar nos custos que o município terá com essa operação.

“Nós não podemos deixar essas pessoas desabrigadas, sem hotel e sem alimentação. Muitas vieram com o dinheiro contado para apenas os dias do pacote turísticos e o poder público tem essa obrigação, porque além de serem seres humanos, é a imagem de nosso município e nosso Estado que está em jogo”, assinalou.

O prefeito destacou ainda que alguns hotéis estão sendo parceiros das operadoras de turismo no auxilio a esses turistas. “Estamos buscando o apoio dos hotéis e restaurantes para que nenhum desses turistas fique desamparado e, mesmo num momento tão difícil para os chilenos, eles possam levar sempre uma boa imagem de Balneário Camboriú”, finalizou.

Entenda o caso

Presos em Balneário Camboriú devido ao terremoto que assolou o Chile na madrugada do último sábado, cerca de 1700 turistas chilenos, que deveriam ter retornado ao seu país entre ontem e hoje, estão com seus pacotes turísticos vencendo e um grande grupo está sem possibilidade de continuar em alguns hotéis da cidade. Os turistas se dividiram em sua estadia na cidade, em 15 hotéis e vieram para o Brasil através de quatro operadoras de turismo do Chile.

Fonte: Secretaria de Turismo de Balneário Camboriú

  
  

Publicado por em