Promoção do Brasil como destino turístico será diversificada e com presença constante nos mercados prioritários

A comunicação digital é uma grande ferramenta da Embratur para a promoção no exterior

  
  

“Este ano será decisivo para a continuidade do crescimento da nossa economia do turismo. A Copa do Mundo será o principal capítulo da trilha de megaeventos que o Brasil vem seguindo desde que começou a Conferência ONU Rio+20, em 2012”, ressalta o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Flávio Dino, ao comentar sobre as ações do Instituto em 2014.

“Traçamos um plano de voo que permita, de forma profissional, garantir que o turismo internacional no Brasil continue alcançando novos patamares”.

Para 2014, além de mais quatro edições do Goal to Brasil, todas relacionadas à Copa do Mundo, a Embratur terá um planejamento mais preciso de suas ações.

“Nas reuniões de planejamento, pudemos identificar precisamente as potencialidades de cada mercado e fizemos um ajuste fino dos eventos programados para este ano”, disse o presidente.

A estratégia de 2014 foi baseada em dados como atual emissão de turistas para o Brasil, conectividade aérea e potencial imediato de crescimento.

O Brasil estará presente, inicialmente, em 25 feiras de turismo no exterior. Ainda segundo Dino, a Embratur continua nos eventos mais importantes e representativos.

“Estamos buscando uma participação diferenciada, com ações interativas, a partir de um estande altamente tecnológico, com mais cores, e com espaços que privilegiam nossos co-expositores”. De acordo com o presidente, o número de participantes este ano deverá superar o de 2013.

“No ano passado participamos de 22 feiras, com 386 co-expositores”, comentou. Para 2014, a Embratur também está preparando um novo sistema de inscrição de feiras.

“A comunicação digital é uma grande ferramenta da Embratur para a promoção do Brasil no exterior. Queremos trazer isso também para o relacionamento com nossos co-expositores, que são cruciais para nossas ações no mercado internacional”.

Ainda falando sobre comunicação, Dino ressaltou que a Embratur irá continuar investindo em ações digitais.

“Após lançar o novo portal de promoção do Brasil, retomamos a realização de campanhas específicas, como o verão, além de novas páginas que diversificam o produto turístico, como exemplo, podemos citar o Brasil Home”.

Para o próximo ano, além de investimento em campanha publicitária, a Embratur irá realizar 26 press trips nas cinco regiões do Brasil, com jornalistas da América do Sul, América do Norte e Europa.

“Convidaremos profissionais da imprensa para conhecer a diversidade do Brasil e novos roteiros, como Surf, Gastronomia, Cultura, entre outros”, explicou Dino.

Presença constante nos mercados

Embratur vai usar o marketing de relacionamento e o trabalho de inteligência comercial para divulgar o Brasil como destino turístico no exterior.

Instalados no final do ano passado, os 13 EBTs (Escritórios Brasileiros de Turismo) iniciaram neste ano os trabalhos para ampliar a relação comercial de longo prazo com operadoras e clientes potenciais.

A partir das primeiras impressões dos mercados onde estão instalados, os executivos responsáveis pelos escritórios fecharam, na última semana, o planejamento do trabalho a ser realizado neste ano.

“Além das principais feiras, os EBTs participarão dos eventos direcionados aos profissionais do mercado, permitindo que novos produtos turísticos do Brasil sejam inseridos nas prateleiras das agências”, explicou Dino.

Novos projetos

O ano de 2014 será de execução de dois editais lançados pela Embratur em 2013. Ao longo do ano, seis ações de apoio à promoção das Festas Juninas serão realizadas.

Já o Programa de Patrocínios, recebeu 121 propostas que estão em fase de análise.

O resultado sairá em 24 de fevereiro e há R$ 8 milhões no orçamento da Embratur reservados para estas iniciativas.

Também instituído em 2013, o Programa de Clubes de Produtos Turísticos, que tem por objetivo geral desenvolver e gerenciar as ações de apoio à comercialização dos produtos turísticos brasileiros dos segmentos e nichos de mercado, prevê ações para as áreas de Intercâmbio, Ecoturismo & Aventura e LGBT.

Realizações em 2013

O ano de 2013 foi bastante profícuo para o turismo estrangeiro no Brasil, que cresceu acima da média mundial. Enquanto em todo o mundo, o turismo cresceu 5%, os destinos brasileiros registraram aumento de 6% no ano passado.

O número foi também praticamente o triplo dos 2% verificados na média dos demais países da América do Sul. Com isso, o Brasil superou a marca inédita de seis milhões de turistas estrangeiros.

Outro fator que mostra o bom desempenho das políticas de promoção e divulgação do Brasil realizadas pela Embratur foi o aumento da entrada de divisas por meio do turismo.

Os turistas estrangeiros deixaram US$ 6,7 bilhões na economia brasileira ano passado, consolidando crescimento de mais de 170% nos últimos 10 anos.

A receita com turismo de estrangeiros no Brasil em 2013 ainda superou a entrada de dólares obtida com a exportação de veículos automóveis de passageiros, que somou US$ 5,718 bilhões, e com a venda para o exterior de maquinária industrial, com US$ 5,203 bilhões.

No ano passado, o Brasil realizou dois grandes eventos que atraíram milhares de turistas de todo o mundo, a Copa das Confederações, que ocorreu em seis cidades, e a Jornada Mundial da Juventude, que reuniu mais de três milhões de fiéis nas areias de Copacabana, no Rio de Janeiro.

Os dois eventos ocorreram dentro da normalidade e demonstraram a capacidade do País em realizar eventos internacionais de grande porte. De acordo com pesquisa feita pela Embratur, 90% dos turistas que vieram para a JMJ afirmaram que pretendam voltar ao país.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: Embratur

  
  

Publicado por em