Quer sossego? Conheça a tranquila e simpática Pindamonhangaba

Carinhosamente chamada de Pinda, essa pequena cidade localizada a 160 quilômetros da Capital atrai turistas que vão em busca de paz e querem esquecer um pouco o estresse das grandes metrópoles

  
  
Palacete Visconde da Palmeira foi construído no século XIX, em taipa de pilão, e segue linhas no estilo neoclássico

Carinhosamente chamada de Pinda, essa pequena cidade localizada a 160 quilômetros da Capital atrai turistas que vão em busca de paz e querem esquecer um pouco o estresse das grandes metrópoles. Ao chegar, o turista se encanta com o jeito pacato de uma cidade típica do interior e a simpatia dos moradores.

O centro histórico possui diversos pontos turísticos como o Palacete Vicente da Palmeira e suas mais de 60 janelas - as superiores são circundadas por uma ampla sacada. Com estilo neoclássico é um obra remanescente da nobreza rural cafeeira paulista e é apontada como a construção em taipa de pilão mais alta do mundo. Em 1969 foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat). Hoje o local abriga Museu Histórico e Pedagógico D. Pedro 1º e Dona Leopoldina. Outra construção tombada pelo Condephaat é o Palacete 10 de Julho, antiga residência do Barão de Itapeva e onde atualmente funciona a prefeitura municipal.

O trem que corta a cidade é outra atração. Aproveite e curta o passeio que dura cerca de três horas até a vizinha Campos do Jordão, a 47 quilômetros do ponto de partida. A parada final é o ponto ferroviário mais alto do País com 1.743 metros de altura. O roteiro é deslumbrante.

Aliás, as belezas naturais da cidade encantam qualquer turista. Integrante do Circuito Mantiqueira, Pinda oferece diversas atrações para quem quer ficar mais próximo da natureza. O Parque Princesa Isabel, por exemplo, possui 643 árvores de 52 espécies. Crianças e adultos também se encantam com as esculturas em cerâmicas dos famosos personagens do Sítio do Pica-Pau-Amarelo. O parque fica às margens do rio Paraíba do sul, conhecido pela aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida no século XVIII. Outro parque que recebe muitos turistas é Reino das Águas Claras. Nos finais de semana e feriados, diversos turistas buscam suas águas para se refrescar.

Visite também o Pico do Itapeva, que fica a 1,950 metros de altitude na divisa entre as cidades de Pinda e Campos do Jordão. Do alto, nos dias claros, você poderá avistar quase toda a região do Vale do Paraíba, desde o Pico das Agulhas Negras até a Serra do Guararema. Ali foram instaladas as torres das mais importantes emissoras de tevê do País. Outra dica é a Reserva Ecológica de Trabijú, parque florestal com seis mil metros quadrados e considerado como área de proteção ambiental.

O Parque Reino das Águas Claras é uma boa opção de passeio em Pindamonhangaba

Outras atrações
Pinda faz parte do roteiro do Caminho da Fé desde sua criação em fevereiro de 2003. Inspirado no Caminho de Santiago de Compostela (Espanha), o percurso foi criado para garantir apoio aos peregrinos que se dirigem para o santuário de Nossa Senhora de Aparecida.

O maior evento cultural da cidade é o Festival Nacional de Teatro (Feste), que é realizado em outubro. Outro evento bastante movimentado é o Festival de Balonismo que acontece em julho durante as comemorações do aniversário da cidade.

Como chegar
Você pode viajar para Pinda seguindo pela Rodovia Presidente Dutra ou pelas Rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto. Pela Dutra, entre no trevo de Pindamonhangaba e, após subir o viaduto, siga em direção do centro da cidade. Daí, seguir as placas indicativas até a estrada Pinda/Campos do Jordão. Se você optar pela Rodovia Carvalho Pinto, pegue a Via Dutra na altura de Taubaté, e siga rumo ao Rio de Janeiro, onde, a 10 quilômetros está localizado o trevo de Pindamonhangaba.

Para conferir como está o trânsito nas estradas, acesse os sites da Secretaria Transportes (http://www.transportes.sp.gov.br) e do DER (http://www.der.sp.gov.br). O internauta pode ver o fluxo graças às 33 câmeras espalhadas pelo Estado que transmitem imagens em tempo real.

Fonte: Governo de São Paulo

  
  

Publicado por em