Quinta da Boa Vista mostra o charme da realiza no Rio de Janeiro

Dicas de passeio que não vão pesar no seu bolso

  
  
Quinta da Boa Vista

Andar pelo bairro de São Cristóvão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, é voltar no tempo e viajar diretamente para a época do Império no Brasil. Alguns lugares, como o Parque da Quinta da Boa Vista, contam a história desse pedacinho do Rio de Janeiro, que fica próximo a outro ponto turístico especial – o estádio do Maracanã.

A Quinta da Boa Vista, como é chamada pelos cariocas, serviu como uma das residências da família imperial portuguesa no Rio de Janeiro. A casa se tornou o Museu Nacional e, hoje, a propriedade também abriga o Jardim Zoológico e uma extensa área verde, com jardins e um grande lago. Andar pelas alamedas do parque já faz valer o passeio, que é uma opção para as férias da criançada. Lá, os pequenos podem se divertir ao ar livre e não faltam carrocinhas de pipoca e algodão-doce e espaço para correr, jogar bola, soltar pipa ou tirar uma soneca sob a sombra de uma árvore.

Outra dica de diversão para a família é ir ao Jardim Zoológico, o mais antigo jardim zoológico do Brasil. Em 2010, o Zoo completa 65 anos de braços abertos para receber os visitantes, de terça a domingo, das 09h às 16h30, com entrada a preços populares. É uma verdadeira mostra da vida selvagem com riachos, lagos artificiais e uma diversidade interessante de animais.

Já o Museu Nacional reúne os maiores acervos científicos da América Latina. São cerca de 3 mil peças que integram as exposições abertas ao público. Elas contemplam diferentes assuntos, como Antropologia, Botânica, Entomologia, Invertebrados, Vertebrados, Geologia e Paleontologia. É como percorrer a história, em pouco tempo.

Depois de tantas atividades, pode bater aquela fome. Sem sair do parque, uma dica para o almoço é o restaurante Quinta da Boa Vista, que também comemora duas décadas nesse ano. Inaugurado em 1990, o restaurante ocupa o espaço da antiga capela da família real, que foi palco de importantes celebrações. Na entrada, o staff recebe os visitantes de um jeito bem típico, caracterizado com vestimentas típicas do Brasil Império. Parte do mobiliário e objetos do século XVIII estão intactos e se destacam as cristaleiras e penteadeiras. A cozinha funciona na antiga residência dos sacerdotes e o cardápio foi elaborado para agradar a todos os gostos e cada dia da semana tem uma indicação especial do chef. No clima imperial, chama a atenção o Camarão à D. Pedro, uma opção de camarão a dorê servido no abacaxi com arroz de passas e abacaxi salteado.

Para o dia ficar completo, você pode aproveitar e ir até o estádio do Maracanã, que fica perto do Parque. O Maraca completa 6 décadas batendo um bolão. Para comemorar o aniversário, não poderia faltar uma homenagem e, até o final da Copa do Mundo, no dia 11 de julho, o Maracanã ganha uma exposição para contar a sua história, com direito também a faixa comemorativa e iluminação especial.

A mostra reúne relíquias que vão encantar os amantes do futebol – a bola e a rede do gol mil de Pelé, flâmulas da Copa de 1950, bicicletas e carroças usadas na obra de construção do estádio, roletas originais e o uniforme do craque Garrincha. Do lado de fora, há uma faixa que diz “60 anos bem jogados e muita emoção pela frente”. À noite, o Maraca ganha uma iluminação verde e amarela, que também dá destaque à estátua do Bellini, que fica em frente à entrada principal, localizada na rua Professor Eurico Rabelo.

A exposição está aberta todos os dias, das 09h às 17h, e não é difícil chegar ao estádio que fica no bairro que leva o seu nome - há uma estação do metrô (Maracanã), diversas linhas de ônibus e estacionamentos próximos. Nessa festa, o morador do Rio e do Grande Rio também ganha um presente e paga meia-entrada. A visita, voltada para todas as idades, é outra dica de programação para as férias escolares e a chance de estar no Maraca antes de seu fechamento para obras, previsto para agosto desse ano. A reforma irá prepará-lo para receber a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo, em 2014. De cara nova, o estádio vai ganhar novas instalações internas, que vão proporcionar melhor visibilidade, segurança e conforto para o torcedores.

Serviço:
Parque da Quinta da Boa Vista (Av. Pedro II e/ Almirante Baltazar y Dom Meinrado - São Cristóvão)
Aberto diariamente, das 07h às 18h. Entrada gratuita.
Classificação etária: livre.

Jardim Zoológico (Parque da Boa Vista, s/nº, São Cristóvão)
Terça a Domingo - das 09h às 16h30
Ingressos: R$ 6 (inteira); R$ 3 (meia)

Museu Nacional (Parque da Boa Vista, s/nº, São Cristóvão)
Terça a Domingo – das 10h às 16h
Ingressos: a entrada é gratuita para crianças de 0 a 5 anos, maiores de 60 anos, professores, funcionários e alunos da UFRJ, deficientes físicos e guias turísticos devidamente identificados; R$ 1 (crianças de 6 a 10 anos); R$ 3 (de 11 a 59 anos).

Restaurante Quinta da Boa Vista (Parque da Quinta da Boa Vista, s/n – São Cristovão)
Informações: 2589-4279 / 2589-6551

Exposição comemorativa aos 60 anos do estádio do Maracanã. Até 11 de julho.
Local: Estádio do Maracanã (Rua Eurico Rabelo, s/nº, Maracanã)
Horários: todos os dias, das 09h às 17h.
Ingressos: R$ 20 (inteira); Meia-entrada para estudantes, idosos e moradores do Rio e do Grande Rio.

  
  

Publicado por em

Tatiane e mohara

Tatiane e mohara

24/07/2010 01:09:08
Gostatia de saber quanto é o valor da entrada de criança e de adulto e se segunda-feira funciona?

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá, Para mais informações favor entrar em contato com o "Parque da Quinta da Boa Vista" para mais informações. Atenciosamente, Equipe Ecoviagem