Recife: lendária, libertária, dos velhos sobrados

Capital de Pernambuco completou 475 anos com calendário de festas lotado!

  
  
Localizada na foz dos rios Capiberibe e Beberibe, Recife abriga um litoral circundado por rochedos de coral (arrecifes) que formam piscinas naturais de águas mornas

Ah, Recife! Cidade lendária, de revoluções libertárias, dos velhos sobrados. Recife de lindos jardins que recebem a brisa que vem do mar. Dos maracatus e de Pedro I.

Nossa Veneza brasileira, parabéns pelos teus 475 anos completados neste 12 de março!

Localizada na foz dos rios Capiberibe e Beberibe, abriga um litoral circundado por rochedos de coral (arrecifes) que formam piscinas naturais de águas mornas. Uma cidade de clima tropical e alta umidade relativa do ar, que atrai turistas de todo o mundo para serem bem recebido pelos recifenses das praias de Boa Viagem, Piedade e Pina.

Quem chega por lá jamais esquece, e com certeza vai querer voltar. Uma típica cidade com belezas brasileiras. Terra de um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, Joaquim Nabuco, Recife abrange um pouco de toda a beleza de Pernambuco.

A cidade leva consigo a honra de ser escolhida uma das 12 sedes da Copa do Mundo de 2014 e de estar construindo o maior shopping da América Latina.

Quem a visita pode se deparar com o requinte do passado e com imensas opções de lazer no Mercado de São José e no Recife Antigo, um dos pontos mais atrativos da cidade. Cidade se reúne algumas relíquias históricas tombadas pelo Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, como o Teatro Rua do Apolo, Estação do Brum e Forte do Brum, Igreja do Pilar e Igreja e Convento Madre de Deus.

Para quem gosta de uma boa culinária, está aí mais um motivo para visitar Recife, considerado o terceiro maior polo gastronômico do Brasil segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). E esse título não é à toa! Conta com uma infinidade de frutas, que permitem experimentar batidas com sabores exóticos e deliciosos. Sua culinária tem influências indígena, africana e portuguesa.

Para exemplificar esse cardápio, contamos com o conhecido ‘Ele e Ela’ - um caldinho de peixe ou camarão, bebido bem quente, acompanhado de um copinho de cachaça.

E se há outro exemplo que representa muito bem o Recife é o carnaval e sua cultura popular... Pastoril, bumba meu boi, maracatu e o frevo anunciam essa cidade para o mundo. Contém registro no Guiness, como o maior bloco de carnaval de rua do mundo - o Galo da Madrugada. E por falar em carnaval, é com ele que vai se comemorar o aniversário de Recife. Parabéns, Recife...

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em