Rio de Janeiro: desvende o feriado da República pela primeira capital brasileira

Um dos destinos turísticos mais procurados de todo o mundo terá um dia especial neste 15 de novembro. O Rio de Janeiro, com suas incontáveis belezas naturais e atrações, é uma cidade chave para esta data histórica

  
  
O Museu Nacional, o primeiro do Brasil, não pode ficar de fora do roteiro. Ele guarda objetos deixados por D. Pedro I e pela imperatriz Teresa Cristina, esposa de D. Pedro II

Um dos destinos turísticos mais procurados de todo o mundo terá um dia especial neste 15 de novembro. O Rio de Janeiro, com suas incontáveis belezas naturais e atrações, é uma importante cidade na história brasileira: então capital do Império, o Rio assistiu à proclamação da República na Praça da Aclamação, atual Praça da República. De lá pra cá, muita coisa mudou na Cidade Maravilhosa – e nada melhor que este feriado para conferir de perto o que ela tem a ensinar sobre nosso próprio país.

Vários prédios do século XIX e do início do século XX abrigam museus e centros culturais com exposições, mostras de cinema, apresentações de música, teatro e dança. Entre os principais pontos turísticos está o Museu de Arte Moderna (MAM). Inaugurado em 1958, ele conta com 11 mil obras, entre esculturas e pinturas de artistas como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Portinari e Di Cavalcanti.

O Museu Nacional, o primeiro do Brasil, não pode ficar de fora do roteiro. Ele guarda objetos deixados por D. Pedro I e pela imperatriz Teresa Cristina, esposa de D. Pedro II. No Museu Nacional de Belas Artes, galerias com obras de artistas brasileiros e estrangeiros são as atrações. O visitante tem acesso a pinturas e esculturas do século XVII, além de coleções de arte popular, arte africana, mobiliário e uma grande biblioteca com cerca de 15 mil publicações.

Confeitaria Colombo: Fundada em 1894, era frequentada pela alta sociedade carioca nos séculos XIX e XX e recebia famosos como Chiquinha Gonzaga, Rui Barbosa e Olavo Bilac

Uma opção para “tomar um ar” entre as visitas aos museus é a Confeitaria Colombo. Fundada em 1894, era frequentada pela alta sociedade carioca nos séculos XIX e XX e recebia famosos como Chiquinha Gonzaga, Rui Barbosa e Olavo Bilac. A confeitaria é hoje um patrimônio cultural e artístico da cidade – e encanta por manter até hoje sua arquitetura clássica.

Neste feriado, as “aulas” de história não param por aí: outros museus estão à espera dos turistas que desembarcarem no Rio de Janeiro, como o Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), Museu da Quinta da Boa Vista, Museu da Vida da Fundação Oswaldo Cruz, Museu de Arte Contemporânea (MAC), Forte de Copacabana, entre outros. Anote na agenda, verifique os horários e se deixe levar pelo Brasil!

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em