Roteiro Turístico aumenta permanência e gasto do turista

No gerenciamento do setor de turismo brasileiro, poucos instrumentos têm uma influência tão grande no tempo de permanência de um turista em determinada localidade como o roteiro turístico

  
  

No gerenciamento do setor de turismo brasileiro, poucos instrumentos têm uma influência tão grande no tempo de permanência de um turista em determinada localidade como o roteiro turístico. Para o Ministério do Turismo – MTur, roteiro turístico "é como um itinerário caracterizado por um ou mais elementos que lhe conferem identidade, definido e estruturado para fins de planejamento, gestão, promoção e comercialização turística das localidades que formam o roteiro".

Para o gestor de turismo de um município, ou de uma região, que lida com o dia a dia da administração no segmento, um Roteiro Turístico estruturado pode ser o fator principal para o desenvolvimento organizado do setor propiciando incremento no fluxo e aumento no tempo de permanência dos visitantes.

Na prática, isso significa mais diárias em hotéis e pousadas, consumo em restaurantes e lanchonetes, aumento de vendas no comércio, incremento na utilização de serviços agregados etc. Uma sequencia lógica, com locais interligados aos atrativos, além de serviços oferecidos e planejados segundo o interesse do visitante, é o que define um roteiro turístico.

Com a identificação e potencialização dos atrativos de uma região é que se inicia a estruturação do processo de roteirização, com o único objetivo de otimizar comercialmente a oferta turística, gerando mais postos de trabalho, aumentando o faturamento dos prestadores de serviços, incrementando o fluxo de pessoas e contribuindo para a construção da imagem de um destino.

É evidente que os atrativos podem sempre atrair turistas para as localidades. Natureza, cultura, história e aventura são apenas alguns dos muitos tipos de turismo procurados pelos viajantes. Mas nenhum deles pode garantir por si só a rentabilidade necessária para as cidades que os oferecem, sem um prévio estudo de potencialidade comercial, instrumento presente no trabalho de roteirização turística.

Fonte: Instituto Ideias

  
  

Publicado por em