São Luiz do Paraitinga: a cidade renasce na Páscoa

A tradição católica está nas ruas, nas igrejas e na devoção dos moradores e visitantes da pacata cidadezinha no Vale do Paraíba

  
  
Cidade Restaurada

São Luiz de àguas claras, assim é Paraitinga, fundada em 1769, encarapitada no Vale do Paraíba de onde se avista, sim, o mar de Ubatuba. Uma cidade com tantas belezas e tantas histórias, ganha ainda mais colorido nas celebrações da Páscoa.

A tradição cristã, com forte influência portuguesa, celebra os ritos pasqualinos com dedicação e afinco. As celebrações começam já na sexta-feira anterior à Páscoa, quando acontece a procissão de Nossa Senhora das Dores, imagem que personifica o sofrimento da mãe de Jesus. No sábado, a Procissão do Depósito segue pelas ruas do centro, carregando a imagem do Senhor dos Passos. No dia seguinte, imagens centenárias da região são adoradas na Procissão do Encontro, em que os fiéis proferem cânticos em latim.

A Sexta-Feira Santa, dia em que se relembra o sofrimento de Cristo, a Via Crucis é recriada pelas ruas da cidade. No sábado de Aleluia, a tradição de malhar o Judas é mantida com saudável algazarra com o boneco. No domingo de Páscoa, a celebração da ressurreição, é o dia da coroação de Nossa Senhora, com dezenas de crianças vestidas de anjos e o repique dos sinos das igrejas. A festa só termina na segunda-feira, com a festa dedicada a São Benedito.

São Benedito é uma indulgência da Igreja à fé dos negros escravos, que sincretizaram seus orixás em santos católicos para que seus rituais fossem permitidos. A festa é marcada pelos grupos de moçambique e congada que têm o santo preto por patrono.

Neste ano, a Prefeitura de São Luiz do Paraitinga promete diversas atrações culturais para os visitantes que forem para a cidade durante a Semana Santa.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em