Soteropolitanos em festa

Salvador festeja 462 anos de alegria

  
  
Elevador Lacerda oferece aos visitantes uma vista panorâmica da Baía de Todos os Santos

Salvador é a terra da alegria. Cores, cheiros, sabores e sons são alguns dos elementos típicos da capital baiana, que neste 29 de março comemora 462 anos. As fitinhas do Senhor do Bonfim, as baianas no pelourinho, o acarajé “quente ou frio”, a brisa do mar, as lindas praias, as religiões, a cultura negra e a alegria do povo moldam a cidade, que é um patrimônio vivo de cultura e história.

Não é só no carnaval que Salvador festeja. Há quem diga que em Salvador é sempre carnaval, pois a cidade consegue transformar tudo em festa. Tem a festa de sabores do tabuleiro da baiana, ensaios abertos dos blocos, a festa do candomblé e da devoção cristã, da capoeira, do pôr-do-sol no Farol da Barra, do artesanato, do patrimônio arquitetônico, das regatas, dos intelectuais e artistas baianos que ganham o mundo. Só mesmo uma cidade com tanta alegria poderia ter uma das maiores festas populares já vista em todo o mundo.

Escolhida para ser uma das cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, a cidade tem muito o que mostrar aos turistas. O Pelourinho, declarado Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco, é um deles. Hoje o visitante pode se divertir em seus bares, restaurantes e casas de shows, além de ter a oportunidade de vivenciar um local que é história pura. O Centro Histórico de Salvador, onde fica o Pelourinho, conta com mais de 800 prédios construídos nos tempos do Brasil Colônia.

Nos porões do Mercado Modelo ainda se pode revisitar o passado escravagista do país. Era lá que os escravos recém-chegados da África ficavam até os leilões de venda. Mas a tristeza dessas memórias não apaga a sua importância histórica. Salvador também possui o maior elevador público do país. O Elevador Lacerda liga a cidade baixa (na região do Mercado Modelo) à cidade alta, e quem passa por ali pode se encantar com uma das vistas mais privilegiadas da cidade: a Baía de Todos os Santos.

O Farol da Barra marca o ponto onde o navegador Américo Vespúcio aportou em 1501. Assistir ao pôr-do-sol no farol é um espetáculo à parte. O Parque Metropolitano do Abaeté também é um local que merece ser visitado: as belezas naturais das dunas de areia fina e da lagoa encantam quem passa por ali.

Salvador é puro encantamento. É uma cidade cheia de magia, cultura e alegria. Seu aniversário merece ser comemorado 365 vezes por ano. Parabéns, Salvador!

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em