Turismo, cultura, lazer e educação

O Parque da Várzea terá área de 1,6 milhão de metros quadrados e será fundamental para a conservação de manancial aquífero da capital paulista

  
  

O município de Embú das Artes (SP), que fica a cerca de 30km do centro da capital, recebeu nesta sexta-feira (11) o repasse de R$ 8 milhões do Ministério do Turismo (MTur), para a construção do Parque da Várzea do Rio Embu-Mirim, projeto que deverá beneficiar cerca de 900 mil paulistas. O convênio foi assinado pelo ministro do Turismo, Luiz Barretto, e pelo prefeito da cidade, Chico Brito. A solenidade foi realizada no Parque Lago Francisco Rizzo e reuniu mil pessoas, aproximadamente.

O parque será construído próximo ao trecho sul do Rodoanel – que dá acesso às rodovias dos Bandeirantes, Anhanguera, Castelo Branco e Raposo Tavares e Régis Bittencourt (BR 116). Os recursos serão utilizados para o custeio dos equipamentos do parque, como restaurante, centro cultural, administração, portaria principal, campos de futebol, quadras poliesportivas, além de estacionamentos e pavimentação.

Segundo o prefeito Chico Brito, a criação do parque responde a uma medida obrigatória de compensação ambiental pelos impactos provocados com a construção do Rodoanel Mário Covas. Além disso, será construído dentro do parque um campus universitário, que ocupará 15% do terreno. “Será a primeira universidade com um campus aberto. Toda a população poderá desfrutar dos benefícios do complexo de lazer”, afirmou o prefeito.

Preservação

O Parque da Várzea é fruto de audiências públicas com a sociedade civil, oficinas e palestras organizadas pela prefeitura. Terá uma área de 1,6 milhão de metros quadrados – tamanho similar ao do Parque do Ibirapuera. O projeto é uma ação de preservação do rio Embu-mirim, que abastece a Represa de Guarapiranga – fundamental para o abastecimento da Zona Sul da cidade de São Paulo.

Para o ministro Luiz Barretto, a obra representa um importante passo para o desenvolvimento do município, por meio da educação e do turismo. “Mas o principal é que essa obra vai atender os moradores da região, porque um bom empreendimento para o turismo é aquele que, primeiro, é bom para a sua população”, disse.

O ministro também acrescentou que o parque é uma importante ação para a preparação do Estado de São Paulo para a Copa do Mundo de 2014.

Consta no orçamento deste ano do MTur, no total, o repasse de R$ 16,7 milhões para o projeto, por emenda de bancada de São Paulo.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em