Turismo de Fortaleza se mobiliza contra exploração sexual

Oficina faz o mapeamento dos pontos de vulnerabilidade da capital cearense, que deverão receber ações de prevenção e sensibilização

  
  

Nesta semana, entre 09 e 10 de novembro, representantes de várias entidades ligadas ao turismo se reuniram em Fortaleza para elaborar diretrizes e ações de prevenção à exploração sexual de crianças e adolescentes no setor, com foco na Copa do Mundo de 2014.

A oficina faz parte do Projeto de Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, do programa Turismo Sustentável e Infância (TSI), do Ministério do Turismo (MTur), em parceria com o Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília (CET/UnB). Fortaleza foi a terceira capital a receber o encontro, que será realizado em todas as cidades-sede até o fim deste mês.

O evento reuniu representantes da Polícia Federal, Ministério Público, Fecomércio, Sistema S, Associação Brasileira de Locadoras de Automóveis (Abla-CE), Fórum de Turismo do Litoral Leste do Ceará, Rede Aquarela e dos sindicatos dos Taxistas e Guias de Turismo de Fortaleza, dentre outros. Uma das ações desenvolvidas foi o mapeamento dos pontos de vulnerabilidade da capital cearense, que deverão receber ações de prevenção e sensibilização.

Segundo a coordenadora do programa Turismo Sustentável e Infância, Maria Aurélia Pinto, os participantes também formaram um grupo de trabalho, que já se reunirá nesta sexta-feira (12) para discutir o lançamento de uma campanha sobre a temática em Fortaleza, em 9 de dezembro. O local previsto para o evento é a Praça do Ferrera.

A coordenadora destaca a importância de as ações irem além do Mundial. “A Copa é o motivo, mas a intenção do MTur é que esses grupos tenham continuidade. O problema da exploração é uma questão que precisa de atenção e do esforço do governo, sociedade e iniciativa privada. Isto é responsabilidade social”, completa.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em