Turismo de Negócios movimenta Recife em agosto

Passadas as férias de julho, o mês de agosto traz para o Recife o turista em busca de negócios.

  
  

Passadas as férias de julho, o mês de agosto traz para o Recife o turista em busca de negócios. Na agenda de executivos e empresários, estão programadas vindas para duas feiras – Embala NE e Abad –, que devem reunir mais de 40 mil pessoas, incluindo visitantes brasileiros e de países da América Latina. Nos intervalos dos eventos, o público terá a oportunidade de circular pela Cidade e aquecer a economia local.

“Recife tem a infraestrutura necessária para receber eventos regionais, nacionais e internacionais, independente do tamanho, com bons hotéis e receptivos. E, entre o fechamento de negócios e parcerias, o turista pode aproveitar para conhecer um pouco mais da Cidade, já que temos um pólo gastronômico diversificado”, exemplificou o secretário de Turismo da Prefeitura do Recife, Samuel Oliveira.

A primeira feira é a 29ª Exposição Anual da Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (Abad), que começou nesta segunda-feira (10) e segue até esta quinta-feira (13). Essa é a terceira vez que o evento acontece no Recife. A primeira foi em 2005 e a segunda em 2007. A Abad é uma grande feira de relacionamento que acontecia apenas em Curitiba e São Paulo. O evento também é conhecido como o maior do atacado distribuidor das Américas.

Na feira, é esperado um público de mais de 30 mil pessoas, incluindo visitantes de todo o País, além de 15 países da América Latina. A exposição contará com 250 estandes. “É a maior feira do setor, capaz de lotar os hotéis e restaurantes da Cidade. O visitante passa em média três dias e muitos acabam esticando a estadia, passando uma semana”, disse o presidente da Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (Aspa), Douglas Cintra. O setor atacadista brasileiro chega a movimentar R$ 130 bilhões por ano.

Em sua 4ª edição, a Embala Nordeste – Feira Internacional de Embalagens e Processos - será realizada entre os dias 24 e 27 de agosto. O evento contará com 300 expositores e a expectativa é de que 12 mil pessoas visitem a Cidade durante os quatro dias. O evento é considerado o maior da Região e o terceiro do País que contempla toda a cadeia produtiva do setor de embalagens e processos industriais.

“Recife é um pólo importante na Região e tem uma infraestrutura hoteleira para receber eventos de grande porte como costumamos fazer”, contou o diretor da Greenfield Business Promotion, André Mozetic, organizadora da Embala NE. A expectativa de faturamento é de R$ 800 milhões, um valor 15% acima do que foi faturado no ano passado.

Segundo informações do Recife Convention & Visitoirs Bureau, no ano de 2008, as hospedagens de turistas de negócios e convenções em hotéis, pousadas e flats tiveram um incremento de 12 pontos percentuais. O total de turistas, incluindo acompanhantes, foi de 144.477. A intenção de voltar ao Recife é de 96%. Além disso, o maior número de turistas que vem para as feiras é das regiões do Sul e Sudeste, com permanência média de cinco dias, gerando cerca de 650.146 diárias (R$ 240 milhões).

Fonte: Secretaria de Turismo de Recife

  
  

Publicado por em