Turismo e esporte no Morumbi

O Estado de São Paulo sai na frente com o futebol brasileiro

  
  

O Estado de São Paulo sai na frente com o futebol brasileiro. Primeiro a se adequar às exigências da Copa do Mundo de 2014, que será sediada no Brasil, agora realiza uma ação inédita com a aquisição de 300 lugares no exclusivo Camarote UNYCO do Estádio do Morumbi.

E este projeto piloto já tem data para começar e será na próxima quinta-feira, 12, para convidados e autoridades no jogo entre São Paulo x Ponte Preta.

Toda esta ação em favor do turismo paulista no esporte é de responsabilidade da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado de São Paulo (ABIH-SP) e da Sport Service - empresa especializada em marketing esportivo, com o apoio da Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo do Estado de São Paulo (SELT).

A iniciativa faz parte da terceira fase do programa Nosso Turismo Paulista e dará aos hotéis de todo o Estado a possibilidade de adquirir entre cinco e 100 ingressos para os jogos do calendário oficial do futebol paulista que acontecem no Estádio.

O espaço UNYCO está inserido no andar térreo do estádio, atrás de uma das bandeirinhas de escanteio. Trata-se de uma área com camarotes, lounge e cadeiras, com capacidade para acomodar até mil pessoas. Possui ar condicionado, segurança, telas de plasma, além de serviço de bufê e recepção.

“Esse é um grande passo para o turismo esportivo. Foi criado para os grandes torneios e campeonatos de futebol e pensando também nos turistas que virão para a Copa de 2014, pois será um facilitador para os vários torcedores do Brasil e do mundo que chegarão à cidade, pois São Paulo é de todas as torcidas” comenta Claury Alves da Silva, secretário estadual de Esporte, Lazer e Turismo.

Para adquirir os ingressos, o empreendimento precisa entrar em contato com a ABIH-SP que irá formular o contrato que terá validade de um ano. “A parceria cria três oportunidades para os hoteleiros: utilizar os ingressos para ações de relacionamento, venda para os hóspedes na própria recepção, ou a criação de pacotes diferenciados de hospedagem”, finaliza o presidente da associação, Maurício Bernardino.

Fonte: Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo do Estado de São Paulo

  
  

Publicado por em