Turismo ganha documento com balanço e projeções para o setor

O texto foi lançado em Brasília na reunião do Conselho Nacional de Turismo

  
  

“Estamos deixando um legado, um balanço dos resultados do turismo nos últimos anos e projeções para os próximos quatro anos”, resumiu o ministro do Turismo Luiz Barretto, referindo-se ao Documento Referencial Turismo no Brasil 2011, lançado nesta segunda (21) durante reunião do Conselho Nacional de Turismo (CNT). O estudo será enviado aos candidatos à Presidência da República nos próximos dias.

O ministro lembrou que este é o segundo documento referencial preparado no atual governo. O primeiro subsidiou a elaboração do Plano Nacional de Turismo (PNT) 2007/2010, ainda em vigor. “O próximo governo tem total liberdade para utilizar ou não o documento, construído pelas entidades públicas e privadas integrantes do CNT”, disse Barretto. Para ele, o texto representa a continuidade da política que deu nova dimensão ao turismo brasileiro, posicionando-o como uma atividade econômica com reflexos no desenvolvimento social.

O documento tem 153 páginas. O conteúdo é dividido em três capítulos: diagnóstico, cenários e projeções, e proposições. O diagnóstico avalia os ambientes econômicos internacional e nacional. Apresenta ainda indicadores do turismo brasileiro como geração de empregos, qualificação, viagens domésticas, entrada de divisas, desembarques, entre outros.

Ao construir cenários, o estudo considera condições externas e internas que podem afetar a dinâmica da atividade. Foram considerados três cenários: crescimento acelerado com ganhos de competitividade; crescimento moderado com pequenos ganhos de produtividade e de crescimento inercial com problemas de competitividade. O MTur trabalha com o cenário mais otimista. Segundo o ministro Luiz Barretto, a análise da conjuntura econômica nacional e os avanços obtidos pelo setor nos últimos anos justificam essa posição.

A reunião do CNT foi realizada em Brasília. O colegiado tem 69 integrantes da iniciativa pública e privada.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em