Turismo investe R$ 67 milhões em Salvador em cinco anos

Levantamento técnico inclui sinalização e restauração de monumentos

  
  

A Feira de São Joaquim, os mercados de Paripe e Ceasinha do Rio Vermelho, as igrejas de Nossa Senhora do Boqueirão e Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, o Palácio do Rio Branco e as obras de sinalização do Pólo Litoral Sul têm uma característica em comum: contam com recursos do Ministério do Turismo. Um mapeamento das obras da pasta indica que a capital baiana recebeu para as principais obras um aporte de R$ 67 milhões nos últimos cinco anos.

Os projetos apoiados integram a lista da Secretaria Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo. “Temos priorizados as obras estruturantes, capazes de melhorar o fluxo turístico das regiões”, explicou o ministro do Turismo, Gastão Vieira. Só na melhoria da infraestrutura da Feira de São Joaquim e na reforma dos mercados de Paripe e Rio Vermelho, o MTur investiu R$ 50,5 milhões.

O investimento em obras promovido pelo ministério é regulamentado pela Portaria 03, de 2003. O texto prevê: implantação, ampliação ou recuperação de infra-estrutura urbana em municípios turísticos; construção, ampliação ou reforma de aeroportos, heliportos, marinas, píer, atracadouros e terminais marítimos, fluviais, rodoviários e ferroviários; centros de eventos (convenções, lazer, exposições, feiras etc), praças públicas, parques de exposição e casas de cultura. “Levamos em consideração uma série de critérios técnicos para liberar os recursos. Além disso, acompanhamos e fiscalizamos sua execução”, revela o secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, Fábio Mota.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em