UNESCO firma acordo para potenciali​zar Brasília como roteiro turístico cultural

O Projeto se preocupa em despertar um maior compromisso e envolvimento da própria comunidade local para com a valorização do seu patrimônio

  
  
Com o acordo a UNESCO deverá propiciar o acesso a experiências internacionais por meio da sua grande rede de sítios do Patrimônio da Humanidade / Divulgação

O Secretário de Turismo do Distrito Federal

, Luis Otávio Neves, e o representante da UNESCO no Brasil, Lucien Muñoz, assinaram na sexta-feira (20/7), no escritório da Organização em Brasília, um Acordo de Cooperação Técnica cujo objetivo é contribuir para promover e qualificar Brasília como destino turístico cultural à altura da sua condição de Patrimônio da Humanidade.

“O Projeto de Cooperação foi motivado pela convicção de que há muito por fazer para que, além de destino cívico e de turismo de negócios, a cidade seja reconhecida e valorizada como destino turístico cultural, tanto em âmbito local, como nacional e internacionalmente”, explica o secretário de Turismo do DF, Luis Otávio.

Além de sua arquitetura e urbanismo, ícones mundiais do Movimento Moderno e um marco na história do país, a cidade faz parte das rotas nacionais e internacionais de transporte aéreo, tem boa infraestrutura de serviços de hospedagem e, ainda, conta com excepcionais atrativos naturais em seu entorno.

Brasília como destino cultural

Brasília vem despontando para o turismo, principalmente o de negócios e o cívico. Agora, para se estabelecer definitivamente como destino cultural, a cidade precisa aprimorar alguns aspectos apontados pelos técnicos que participaram na elaboração do Projeto de Cooperação e que poderão ser trabalhados com a assinatura do acordo.

Dentre esses pontos estão a maior sensibilização e capacitação do receptivo turístico para o segmento cultural; qualificação da oferta de atrativos culturais como roteiros interpretativos e programas de visitas bem fundamentados; regularidade na oferta de atrativos culturais; melhor sinalização e disseminação dos pontos turísticos; melhorias nos equipamentos culturais para que recebam maior fluxo de visitantes; melhores condições de acesso para que a cidade possa ser explorada por percursos a pé e de bicicleta, entre outros.

Além de enfocar a valorização de Brasília como destino turístico cultural, o Projeto também se preocupa em despertar um maior compromisso e envolvimento da própria comunidade local para com a valorização do seu patrimônio.

“Nosso maior desafio é fazer com que as pessoas tenham orgulho de morar em uma cidade que é patrimônio da humanidade, a única moderna a possuir esse título e a que tem a maior área tombada. Isso é motivo de orgulho. Nos faz uma cidade única”, afirmou Neves.

Outro princípio fundamental do projeto é o trabalho com a diversidade social e cultural e a percepção de que essa diversidade é um valor a ser compartilhado.

Portanto, é fundamental trabalhar com todos os segmentos criativos locais, com ênfase na juventude, e levar para as escolas conteúdos que valorizem a cidade como patrimônio cultural.

Para o representante da UNESCO no Brasil, Lucien Muñoz, -“com a implementação do Projeto, espera-se que a condição de Patrimônio Mundial conferida a Brasília passe a figurar como um elemento central das ações de comunicação e promoção turística, ampliando o conhecimento e a participação da população, do setor privado e de todos os setores governamentais em sua preservação”.

Com o acordo a UNESCO deverá propiciar o acesso a experiências internacionais por meio da sua grande rede de sítios do Patrimônio da Humanidade, trazendo boas práticas em comunicação com foco no Patrimônio Mundial e na produção de roteiros interpretativos, em projetos educativos com destaque para o patrimônio, em soluções de sinalização e de acessibilidade que serão de extrema importância para a Secretaria de Turismo.

Visite: www.revistaecotour.com.br
Fonte: Denize Clarice Gurgel de Freitas

  
  

Publicado por em