Viagens domésticas valem menos que a metade das viagens internacionais

Os turistas paulistanos estão dispostos a pagar cerca de 120% a mais para viajar ao exterior do que para realizar viagens dentro do Brasil. No exterior os destinos mais valorizados são aqueles de oferta predominantemente cultural, enquanto n

  
  

Os turistas paulistanos estão dispostos a pagar cerca de 120% a mais para viajar ao exterior do que para realizar viagens dentro do Brasil. No exterior os destinos mais valorizados são aqueles de oferta predominantemente cultural, enquanto no Brasil os destinos de praia e de ecoturismo são os preferidos. Esses são alguns resultados de uma pesquisa desenvolvida pelo Núcleo de Turismo e Hospitalidade (NTH) do Centro Federal de Tecnologia de São Paulo (CEFET-SP).

A pesquisa do CEFET-SP foi realizada com 1790 paulistanos e levantou informações sobre as preferências do maior mercado consumidor de turismo do Brasil. Além de pesquisar quais os destinos mais desejados pelos consumidores da capital paulista, o trabalho levantou também os preços que esses consumidores estariam dispostos a pagar pelas viagens. Foram pesquisadas as preferências por viagens a destinos de praia, ecoturismo e turismo cultural, tanto no Brasil quanto no exterior.

No exterior, as destinações culturais mais valorizadas pelos paulistanos são Paris, Roma e Londres. Já no Brasil, as campeãs são Ouro Preto, Salvador e Olinda. Para o ecoturismo, as destinações mais desejadas são Austrália, África do Sul e Patagônia no exterior, e Amazônia, Pantanal e Lençóis Maranhenses no Brasil. Por fim, os destinos de praia mais desejados são Havaí, Caribe, Grécia e Polinésia no exterior, e Fernando de Noronha e Fortaleza no Brasil.

A pesquisa ainda mostrou indivíduos com maior nível de escolaridade valorizam mais as viagens que aqueles com menos formação. A valorização é ainda mais acentuada para os destinos internacionais e para os destinos de praia. Isso mostra a necessidade da formação de uma cultura de valorização dos destinos turísticos brasileiros, especialmente aqueles de oferta cultural e ecoturística.

O relatório completo da pesquisa está disponível no site www.cefetsp.br/edu/turismo.

Fonte: Cefetsp

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em