Notícias > Turismo > Turismo religioso > 

Aparecida, a capital do turismo católico no Brasil

Situada na região do Vale do Paraíba, a 170 km da capital paulista, a cidade de Aparecida é um local que possui uma conexão intrínseca com a expansão da religião católica no Brasil

20 de Novembro de 2011.
Publicado por Equipe EcoViagem  

Também conhecido como Basílica Nova, o Santuário de Aparecida é considerado o maior santuário Mariano do Mundo

Também conhecido como Basílica Nova, o Santuário de Aparecida é considerado o maior santuário Mariano do Mundo
Foto: Miguel Schincariol

Situada na região do Vale do Paraíba, a 170 km da capital paulista, a cidade de Aparecida (também conhecida informalmente como "Aparecida do Norte") é um local que possui uma conexão intrínseca com a expansão da religião católica no Brasil, e com a espiritualidade daqueles brasileiros cuja devoção é voltada para Nossa Senhora Aparecida, também conhecida como a "Padroeira do Brasil".

A história do encontro da imagem de Nossa Senhora remonta ao século 18, quando a cidade esperava pelo governador de Minas Gerais e São Paulo à época, Dom Pedro Miguel de Almeida, que passava pela Vila de Guaratinguetá (a cidade de Aparecida emancipou-se em 17 de Dezembro de 1928 de Guaratinguetá). Conta a história que um banquete seria servido em sua homenagem, e os pescadores Domingos Garcia, Felipe Pedroso e João Alves foram incumbidos de realizar uma pesca para servi-lo.

Durante a pescaria (que se demonstrava infrutífera), em determinado momento, os três pescadores recolheram suas redes. Primeiro, encontraram uma imagem sem cabeça; ao jogarem novamente a rede, recolheram uma cabeça que se adequava perfeitamente à imagem, que permaneceu em poder da família do pescador Felipe Pedrosos, durante 15 anos - desde 1717, data da descoberta -, onde as pessoas se reuniam para orar. Esse acontecimento selou a história da cidade como um centro religioso de peregrinação.

Basílica velha e a criação do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida (Basílica Nova)
Construída no ano de 1888 (a primeira igreja havia sido construída em 1745 no Morro dos Coqueiros, hoje Praça Nossa Senhora Aparecida, mas não resistiu, pois era feita de taipa) em estilo barroco, a chamada Basílica Velha de Nossa Senhora Aparecida foi um marco na história da cidade, e recebe ainda hoje os romeiros que visitam a cidade, além de ter sido tombada como monumento de interesse histórico, religioso e arquitetônico em 1982). Em processo de restauração, a Basílica Velha é ligada por uma passarela de 500 metros à Basílica Nova (Santuário Nacional).

A Basílica de Nossa Senhora Aparecida, também conhecida como Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, foi consagrada em 1980, quando o papa João Paulo II esteve no Brasil. Em 1983, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB - declarou, oficialmente, a Basílica de Aparecida como Santuário Nacional.

A primeira missa no Santuário aconteceu no dia 11 de setembro de 1946, e o primeiro atendimento aos romeiros no dia 21 de junho de 1959. As atividades religiosas no Santuário, em definitivo, passaram a ser realizadas a partir de 1982, quando aconteceu a transladação da Imagem da Antiga Basílica para a Nova Basílica. A Basílica de Nossa Senhora é segundo maior templo católico do mundo, menor apenas que a Basílica de São Pedro, no Vaticano.

A devoção a Nossa Senhora Aparecida data de meados de 1717, quando três pescadores encontraram sua imagem no Rio Paraiba do Sul

A devoção a Nossa Senhora Aparecida data de meados de 1717, quando três pescadores encontraram sua imagem no Rio Paraiba do Sul
Foto: Miguel Schincariol

Atualmente a Basílica dispõe de um centro comercial dentro do seu estacionamento, com lojas de diversos tipos, além de uma praça de alimentação bastante completa para atender os turistas. Há também no local o Aquário da cidade, que possui tanques com espécies de água doce e salgada, uma boa atração para quem visita a cidade com crianças.

Pontos turísticos: a religião marca presença
O Porto de Itaguaçu, localizado no Rio Paraíba do Sul, foi construído com ponto de visitação para os romeiros, no ponto exato onde a imagem de Nossa Senhora Aparecida foi encontrada em 1717. No porto, é possível chegar até a beira do rio, por meio de um local asfaltado. Também é possível realizar um passeio de barco pelo rio. O entorno do porto possui diversos restaurantes, lojas de roupas e artigos religiosos, além de infraestutura (iluminação, sanitários, água potável). È possível chegar ao Porto por meio de charretes, que saem do centro da cidade, proporcionando um aprazível passeio pela cidade.

Dentro da Basílica de Nossa Senhora, a Capela das Velas é um local muito bonito e comovente, devido ao contraste entre luz e sombra proporcionado por centenas de velas que são depositadas ali pelos fiéis, que agradecem as graças alcançadas. Outro ponto que impacta visualmente os visitantes da Basílica é a Sala dos Milagres, onde os fiéis depositam todo tipo de objetos (muitas partes do corpo, reproduzidas em cera, por exemplo) que simbolizam a graça alcançada por intermédio da fé.

Fonte: Governo de São Paulo

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários


 

Veja também

Monte Sião recebe fiéis de todo o país para a tradicional Festa da PadroeiraA fé que move turistas

 

editar    editar    editar    0 visitas    0 comentários