Notícias > Turismo > Turismo religioso > 

Beatificação de Irmã Dulce mobiliza trade turístico da Bahia

Segundo a Embratur, 15 milhões de pessoas se deslocam anualmente no país por motivos religiosos, movimentando R$ 6 bilhões por ano

19 de Maio de 2011.
Publicado por Vininha F. Carvalho  

Com a proximidade da cerimônia de beatificação de Irmã Dulce, a ser realizada em Salvador no próximo domingo (22/5), o secretário de Turismo, Domingos Leonelli, esteve reunido na noite da terça-feira (17/5), no Centro de Convenções, com representantes do trade turístico a fim de discutir ações de fortalecimento dos roteiros religiosos no estado.

Leonelli destacou a importância da qualificação dos profissionais e empresários para atender a demanda deste segmento e a revitalização de alguns pontos que fazem parte dos roteiros de turismo religioso em Salvador, a exemplo do Largo de Roma, onde está localizada a sede das Obras Sociais Irmã Dulce.

“Captamos um recurso de R$ 5.400.000,00 no Ministério do Turismo para a implantação da Praça de Irmã Dulce, no Largo de Roma. A ideia é revitalizar e transformar o local em um ponto de desembarque de turistas”, explicou.

Segundo o presidente do Convention Bureau, Pedro Costa, “a beatificação vai dar um redimensionamento completamente diferente ao turismo religioso de Salvador. E a maior preocupação no momento para os que operam o turismo é criar pacotes que atraiam o turista”.

O ponto alto da discussão foi o Memorial Irmã Dulce, que atualmente recebe uma média anual de 35 mil pessoas. “Com o anúncio da beatificação feito em dezembro, em apenas um mês, tivemos um incremento de 70% no número de visitantes. A expectativa é que este ano cerca de 80 mil pessoas passem pelo local”, contou a turismóloga do Memorial Irmã Dulce, Luanna Lula. Para atender a demanda, o local contratou guias de turismo e já possui o projeto de abertura de uma loja e uma lanchonete.

Estiveram presentes na reunião, o presidente do Conselho Baiano de Turismo, Silvio Pessoa; o presidente da ABAV-BA, Pedro Galvão; o presidente da ABIH-BA, José Manuel Garrido; o presidente do Sindetur, Luiz Agusto Leão; o presidente da ABLA, Marconi Dutra; Jean Paul Gonze, presidente do Cluster de Turismo da Bahia; George Barreto, da Saltur; e o representante da Devoção do Senhor do Bonfim, Marcos Marios Lima.

Dados Turismo Religioso:

Pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) revelou que 8,1 milhões de viagens domésticas "movidas pela fé" são realizadas por ano, o que representa 3,6% de todas as viagens realizadas dentro do país.

Segundo a Embratur, 15 milhões de pessoas se deslocam anualmente no país por motivos religiosos, movimentando R$ 6 bilhões por ano.

Fonte: Bahiatursa

Visite: www.revistaecotour.com.br

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários


 

Veja também

Cultura e religiosidade na Festa do Divino em São Luiz do ParaitingaTem festa no deserto!

 

editar    editar    editar    0 visitas    0 comentários