Círio de Nazaré deve atrair dois milhões de visitantes a Belém

Agrega várias outras manifestações de devoção, como a trasladação, a romaria fluvial, e diversas outras peregrinações e romarias.

  
  

O Círio de Nazaré, a maior festa religiosa do país, começa na próxima sexta-feira, dia 10. A expectativa é que Belém, a capital paraense, receba cerca de 2 milhões de visitantes entre sexta e domingo. Como prova de fé, uma multidão toma as ruas da cidade. Habitantes de Belém e peregrinos se misturam para pagar ou fazer promessas à Virgem de Nazaré.

Entre os muitos símbolos que marcam o Círio de Nazaré, a corda tem um significado especial. Em 1885, as enchentes atingiram o mercado Ver-o-Peso, situado às margens da Baía do Guajará, fizeram com que romeiros utilizassem uma corda para puxar a berlinda que conduzia a imagem.

Daí em diante, a corda incorporou-se de tal forma à procissão que até hoje constitui um dos mais fortes elementos do Círio. Sómente foi proibida de 1926 a 1930, por determinação do bispo da época. Mas voltou na Procissão do Círio de 1931 e não mais deixou de ser utilizada.

Durante a procissão, a Berlinda que carrega a imagem da Virgem de Nazaré é seguida por romeiros de Belém, do interior do Estado, de várias regiões do país e até do exterior. Em todo o percurso, os fiéis fazem manifestações de fé, enfeitam ruas e casas em homenagem à Santa.

Por sua grandiosidade, o Círio foi registrado, em setembro de 2004, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial. Além da procissão de domingo, o Círio agrega várias outras manifestações de devoção, como a trasladação, a romaria fluvial, e diversas outras peregrinações e romarias que ocorrem na quadra Nazarena.

O termo "Círio" tem origem na palavra latina "cereus" (de cera), que significa vela grande de cera.

CÍRIO 2008 - PROGRAMAÇÃO:

TRASLADAÇÃO

11 de outubro de 2008 (sábado): mapas 1 e 2 (anexados). Das 17h às 23h.

17h: Missa da Trasladação.

Local: Colégio Gentil Bittencourt (Av. Magalhães Barata, entre Av. Alcindo Capela e Trav. 14 de Março): altar montado em frente ao colégio.

18h: Início da procissão.

Local: saída do Colégio Gentil.

23h: Celebração da Santa Missa na Catedral da Sé.

Trajeto:

Av. Magalhães Barata/Colégio Gentil (Bairro: Nazaré) - SAÍDA.

Av. Nazaré (continuação da Magalhães Barata).

Av. Presidente Vargas.

Av. Boulevard Castilhos França (homenagem/fogos*).

Av. Portugal

Mercado Ver-o-Peso/Praça do Relógio.

Rua Dr. Malcher (Praça Frei Caetano Brandão).

Catedral Metropolitana de Belém/C. da Sé (B.: Cidade Velha) - CHEGADA.

A Berlinda dá a volta na praça em frente à Igreja antes de entrar. Em seguida, ocorre a celebração da Santa Missa na Catedral da Sé.

  • Os "fogos" referem-se à tradicional homenagem dos estivadores que trabalham nas Docas do Pará, que ficam na Boulevard Castilhos França. Essa homenagem é feita na confluência da Pres. Vargas com a Boulevard, localizada no início da Estação das Docas. Durante todo o trajeto, entretanto, são feitos vários tipos de homenagem, como apresentações de corais, músicos, chuva de papel picado e queima de fogos. Uma das homenagens marcantes é a dos trabalhadores do Ver-o-Peso, que soltam fogos após a realização da missa.

CÍRIO DE NAZARÉ

12 de outubro de 2008 (domingo): mapas 3, 4 e 5

Início: 5h30

Previsão de chegada: não foi divulgada (no ano passado a procissão chegou às 14h30 no CAN).

Programação

5h30: Missa do Círio.

Local: Catedral da Sé (Pç. Frei Caetano Brandão): altar montado em frente à Sé.

7h: Início da procissão.

Local: saída da Catedral da Sé.

6h em diante: Círio de Nazaré.

Trajeto

Catedral Metropolitana de Belém/C. da Sé (B.: Cidade Velha) - SAÍDA.

Rua Dr. Malcher (Praça Frei Caetano Brandão).

Mercado Ver-o-Peso/Praça do Relógio.

Av. Portugal

Av. Boulevard Castilhos França (**).

Av. Presidente Vargas.

Av. Nazaré.

Basílica de Nazaré (Praça Santuário) - Chegada e missa do Círio, ao ar livre.

Fonte : Assessoria de Imprensa do Governo do Pará

  
  

Publicado por em